Política

Na Assomasul, Bernal revela voto em Douglas e Simone confirma apoio do PMDB a Waldeli

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), foi a Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) na tarde desta terça-feira (22) para participar da eleição do novo presidente da entidade. Sem constrangimento, o prefeito revelou preferência pelo prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB). Bernal justificou que votaria no candidato do PSDB porque ele […]

Arquivo Publicado em 22/01/2013, às 18h42

None
511897278.jpg

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), foi a Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) na tarde desta terça-feira (22) para participar da eleição do novo presidente da entidade. Sem constrangimento, o prefeito revelou preferência pelo prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB).

Bernal justificou que votaria no candidato do PSDB porque ele representa a renovação e tem total condição de fazer com que a Assomasul avance ainda mais. “A renovação é importante porque ecoou das urnas nas eleições municipais e é o que o povo quer”, alegou.

A governadora em exercício, Simone Tebet (PMDB), também prestigiou a eleição. Ela esclareceu que optou por ir no período da tarde para não dizerem que ela estava pedindo voto para um ou para outro. Além disso, justificou que não estava presente como governadora, mas como ex-prefeita e ex-diretora da Assomasul.

Simone preferiu se esquivar quando questionada sobre o candidato preferido dela, explicando que tem um carinho especial por Douglas Figueiredo, avaliado por ela como uma pessoa de fino trato. A governadora garantiu apenas que o Governo do Estado dará apoio igualitário a qualquer um, independente do vencedor.

Apesar de não revelar preferência por candidatos, Simone confidenciou que o prefeito de Costa Rica, Waldeli Rosa (PR), é o candidato escolhido pelo PMDB. “Se fosse qualquer outro eu até poderia me manifestar, mas o Douglas é muito especial, de fino trato”, disse Simone, repetindo que não se manifestaria, mesmo sendo filiada ao PMDB.

Dos 79 prefeitos de Mato Grosso do Sul, 77 já foram votar, faltando apenas os prefeitos de Sidrolândia e Nioaque. A previsão é de que a eleição seja encerrada às 17 horas. A posse do novo presidente está marcada para o dia 31 de janeiro.

Jornal Midiamax