Política

Moradores ironizam vereadores faltosos e perguntam se ‘foram passear com o Jamal’

Em sessão comunitária realizada pela Câmara de Campo Grande nesta quarta-feira (9), os moradores do bairro Campo Novo ironizaram o fato de alguns vereadores faltarem ao trabalho. “E os demais, foram passear com o Jamal? Tomaram que estejam em Camburiú ou Cancun”, disse Zé do Anache, líder comunitário da região que relacionou a falta dos […]

Arquivo Publicado em 09/10/2013, às 14h47

None

Em sessão comunitária realizada pela Câmara de Campo Grande nesta quarta-feira (9), os moradores do bairro Campo Novo ironizaram o fato de alguns vereadores faltarem ao trabalho.

“E os demais, foram passear com o Jamal? Tomaram que estejam em Camburiú ou Cancun”, disse Zé do Anache, líder comunitário da região que relacionou a falta dos parlamentares ao episódio de ontem (8), em que o vereador Dr. Jamal (PR) faltou também faltou à sessão e adiou a votação da Comissão Processante, que pode cassar o prefeito Alcides Bernal (PP).

Outro representante comunitário, que se apresentou aos vereadores como Cicinho também cobrou a presença de outros parlamentares na sessão. “Para o bem de todos o Jamal sumiu”, ironizou.

Quem estava presente no momento eram os vereadores Alceu Bueno (PSL), Airton Araújo (PT), Airton Saraiva (DEM), Chiquinho Telles (PSD), Luiza Ribeiro (PPS), Eduardo Romero (PTdoB), Edson Shimabukuro (PTB), Gilmar da Cruz (PRB), Vanderley Cabeludo (PMDB), Carla Stephanini (PMDB), Carlão (PSB) e o presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB).

Zé do Anache reclamou na tribuna também quanto a administração de Bernal citando que há muitos médicos na rede pública de Saúde, mas que a população não os encontra nos postos.

“Também represento uma ONG e já passei dois ofícios para a prefeitura e nunca me responderam. Além disso tem umas 38 ongs que tiveram o convênio bloqueado e não foi por falta de prestação de contas. A minha por exemplo está em dia”, ressaltou.

Para o líder comunitário, as obras do Ceinf do bairro Jardim Anache está andando a “passos de tartaruga”. Ele também cobrou dos vereadores a inauguração do Ceinf do Vida Nova, que está pronto, mas fechado para a população.

Paulo Souza, conselheiro da Região do Segredo, disse que também tem vários ofícios enviados à Prefeitura, mas que nunca nenhum foi resolvido. “Os conselhos das oito regiões estão sendo enfraquecidos pela Prefeitura. O prefeito mentiu três vezes que iria nos atender e não atendeu”, reclamou.

Wildes dos Santos, presidente da Federação dos Mutuários, também denunciou durante a sessão comunitária que “há pessoas que tem 40 casas e as trocam por carro velho. Enquanto isso tem cidadão que ganha R$ 300, R$ 400 e não ganha casa”, criticou. Ele disse que vem fazendo esta denúncia desde a gestão passada e nada foi feito.

Jornal Midiamax