Política

Criadas para abrigar aliados, novas secretarias de Puccinelli só nomearam assessores

O Midiamax consultou todos os diários oficiais desde o dia 29 de abril, quando Nelsinho, Simone e Herculano assumiram e, de lá para a última sexta-feira, só há despachos oficiais para promover assessores.

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 21h05

None
476601223.jpg

O Midiamax consultou todos os diários oficiais desde o dia 29 de abril, quando Nelsinho, Simone e Herculano assumiram e, de lá para a última sexta-feira, só há despachos oficiais para promover assessores.

No dia 29 de abril o governador André Puccinelli (PMDB) cumpriu a promessa feita no ano passado e tirou o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), do sereno, dando a ele um cargo para aparecer, viajar pelo interior do Estado, para se apresentar e não cair no esquecimento.

Nelsinho está sabendo aproveitar a oportunidade e à frente da chamada “secretaria de Estado Extraordinária de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios” tem viajado dia e noite pelo interior, acompanhando Puccinelli em várias agendas, de uma simples entrega de uniformes a pavimentação estradas, passando por passeios turísticos.

Além dela, Puccinelli ainda criou a secretaria da Juventude, promovendo Herculano Borges (PSC), que pretende virar deputado, garantido vaga de vereadora para Juliana Zorzo (PSC), e dividiu a Casa Civil, dando destaque a Simone Tebet (PMDB), para que não ficasse atrás de Nelsinho na corrida pelo Governo do Estado.

Se as secretarias funcionaram, ninguém sabe. Passados dois meses do lançamento oficial, só Puccinelli poderia dizer, se quisesse, o que os novos secretários estão produzindo. Porém, ao que tudo indica, o governador não está muito interessado em falar sobre o assunto. Questionado sobre a secretaria de Nelsinho, que ninguém vê resultado, Puccinelli preferiu ficar em silêncio.

Midiamax consultou todos os diários oficiais desde o dia 29 de abril, quando Nelsinho, Herculano e Simone foram lançados oficialmente. De lá para a última sexta-feira (28), só há despachos oficiais envolvendo as secretarias quando se trata da promoção de assessores.

No dia 7 de maio, antes de divulgar a estrutura da secretaria, Puccinelli já tinha dado emprego aos afilhados de Nelsinho: Ana Cristina Escobar Marques, DGA-2; Ana Paula de Oliveira; DGA-2; Alexandre Troche Nicolau Direção Gerencial, DGA-2; Edna de Moura Gouveia Antonelli, DGA-3; Mateus Barata de Moraes; DGA-5 e Larissa Ferreira Almeida, DGA-5.

O mesmo aconteceu com Herculano, que no dia 9 de maio nomeou José Geraldo Rodrigues Filho, DGA-2; Marcos da Silva, DGA-3; Raquel Anani da Silva Bryk, DGA-4; Roger Reggiori dos Santos, DGA-4; Wilians Zandona Galvão Moreira, DGA-7 e Eliza Mustafá Rodrigues, DGA-7.

Nos demais dias, a secretaria de Nelsinho só apareceu por engano, quando o Governo do Estado confundiu a pasta de Tereza Cristina, secretária de Produção e Turismo,. A publicação do dia 24 de junho traz um terceiro aditivo à INTERNATIONAL PAPER DO BRASIL LTDA, assinado por Tereza, como se fosse da pasta de Nelsinho. Já a secretaria de Herculano não fez nenhum despacho.

A Secretaria de Governo, liderada por Simone, aparece em despachos pequenos, autorizando os servidores a conduzir veículos oficiais ou anunciando seleção para apresentador de projetos. Porém, Simone ainda pode justificar que o papel da secretaria de Governo é mais interno e que acumula com a função de vice-governadora.

O desempenho de Nelsinho pode ser acompanhado pelo Facebook, onde tal como o rival, Alcides Bernal (PP), ele faz questão de colocar algumas estórias dos seus dias de trabalho, como que esteve em Fátima do Sul e visitou um ponto turístico.

“Lá visitamos o Parque Aquático, um dos cartões postais da cidade, construído na gestão da ex-prefeita Ilda Machado, e tive o privilégio de ver e sentir a emoção do retorno aos discursos do meu eterno presidente Londres Machado. Chorei junto quando vi sua emoção ao falar na sua querida Fátima do Sul… E quanto às pessoas que o Dr. André Puccinelli operou há mais de 20 anos… era só gente mostrando as cicatrizes. Nunca vi um homem público tão admirado como o André, que foi ovacionado em Fátima do Sul. É isso aí italiano!”, postou o ex-prefeito.

Questionado sobre a dificuldade para enxergar o resultado do trabalho das novas secretarias, Nelsinho justificou que recebe vereadores e secretários do interior. Porém, segundo ele, quando publicado no Diário Oficial, o crédito vai para a pasta que se refere. Neste caso, Nelsinho detalha que hoje faz um trabalho que em outras ocasiões era feito pelo chefe da Casa Civil, Osmar Jeronymo, ou pelo próprio governador.

Já o secretário da Juventude, Herculano Borges, afirma que tem projetos que ainda não foram oficializados, mas devem ser anunciados nos próximos dias. Ele destaca que a secretaria da Juventude é extraordinária e, por isso, precisa de um relacionamento com as demais. Neste sentido, lista como vertentes a capacitação, empreendedorismo, parcerias com entidades e a prevenção e combate as drogas.

Como resultado das parcerias, Herculano revela que anunciará nos próximos dias o CrediJovem, uma linha de crédito para o jovem empreendedor, com taxa de juro de apenas 1% ao mês e carência de seis meses, com valor de R$ 10 mil. O secretário também citou parcerias para garantir o primeiro emprego para jovens. Segundo ele, em dois meses, a secretaria garantiu mais de 600 vagas para quem nunca tinha trabalhado.

Para incentivar as políticas para a juventude, Herculano afirma que está montando o Conselho Estadual da Juventude e incentivando as cidades do interior a criarem os conselhos da Juventude e secretarias ou coordenadorias, o que garantirá recursos para a juventude, por meio de parcerias com o Governo Federal.

Jornal Midiamax