Política

CPI ameaça convocar Bernal caso não se retrate por chamar vereador de irresponsável

Os vereadores da Comissão Permanente de Inquérito (CPI) criada na Câmara para apurar porque o prefeito não pagou fornecedores, chamada de “CPI do Calote ou CPI da Inadimplência”, ameaçaram convocar o prefeito Alcides Bernal (PP) para se explicar caso não se retrate com relação a declaração dada ao Midiamax na manhã desta quinta-feira (4). O presidente […]

Arquivo Publicado em 04/07/2013, às 18h30

None
1222709843.jpg

Os vereadores da Comissão Permanente de Inquérito (CPI) criada na Câmara para apurar porque o prefeito não pagou fornecedores, chamada de “CPI do Calote ou CPI da Inadimplência”, ameaçaram convocar o prefeito Alcides Bernal (PP) para se explicar caso não se retrate com relação a declaração dada ao Midiamax na manhã desta quinta-feira (4).

O presidente da CPI, vereador Paulo Siufi (PMDB), abriu os trabalhos da CPI dizendo que não aceitará que o prefeito ofenda os integrantes. Desta maneira, disse que se Bernal não se retratar, vai convocá-lo para prestar depoimento.

Em entrevista ao Midiamax, o prefeito criticou a atuação da CPI, dizendo que a comissão pode se transformar em criadora de problema ou agência de cobrança. Ele aproveitou para criticar alguns vereadores da comissão, principalmente o relator, Elizeu Dionizio (PSL), dizendo que ele é novo e muito açodado, beirando o limite da irresponsabilidade. “Chego a dizer que alguns agem com infantilidade, para não dizer má fé. Exigem documentos, quando já têm em mãos e ainda falam em polícia? Com estas atitudes demonstram que não têm o propósito de ajudar Campo Grande”, criticou.

O vereador Elizeu Dionizio (PSL) rebateu a declaração dizendo que está cumprindo a função dele, que é a de fiscalizar o Poder Executivo. No entendimento dele, a fala do prefeito entrega o desespero de quem critica os que cobram transparência porque não faz isso na administração.

“É só entrar no site da prefeitura que vai ver. Não há nenhum documento disponível. É um crime. A transparência é primordial. Parece que o prefeito não gosta de ser fiscalizado e vem com ações para desqualificar. Fui eleito para fazer meu trabalho. Vai o recado para o prefeito: Doa a quem doer eu vou fazer meu trabalho, que é o de fiscalizar o Poder Público”, rebateu.

O vereador Otávio Trad (PTdoB) apoiou Elizeu, avaliando que a declaração do prefeito atinge todos os membros da comissão. Já o vereador Alex do PT fez um apelo para que os integrantes fizessem uma nova reunião, fechada. Ele avaliou que a CPI não deveria estar discutindo retratação do prefeito, embora também considere que Bernal “foi infeliz”.

Jornal Midiamax