A comissão que representa os 77 candidatos aprovados para a Guarda Municipal de Campo Grande em 2009 se sentiu mais desprestigiada ainda com a ausência do prefeito Alcides Bernal (PP), que havia marcado encontro com os guardas para a manhã desta segunda-feira (09), no Paço Municipal, e não foi.

O grupo composto por Eduardo Gonsaga, Herik Garcia, Osael Pedroso e André Luis Aquino esteve desde as 8h em frente à prefeitura no aguardo do prefeito e somente horas depois, quando procuraram a secretária de Bernal, foram comunicados que ele não iria comparecer, ao contrário do prometido.

Na semana passada os candidatos aprovados já acenavam com a possibilidade de acampar em frente à sede da administração municipal caso não fossem nomeados. Bernal pediu aos guardas que não acampassem pois ele os atenderia nesta segunda-feira. 

“Ele poderia ao menos ter avisado, viemos aqui à toa. Estamos constrangidos com a situação, estamos nos humilhando e não somos atendidos”, critica um dos membros da comissão. O vereador Cazuza teria ligado para um dos integrantes da comissão e prometido recebê-los às 18h de hoje com “boas notícias”.

“Vamos esperar esse encontro das 18h e desde já convocamos todos os 77 candidatos aprovados no concurso para que, se não houver solução para o impasse, iniciemos o acampamento hoje mesmo. Nós só deixaremos o local caso tenhamos uma resposta convincente”, afirmou um porta voz do grupo.