Política

AGORA: manifestantes pró-Bernal ameaçam invadir e ocupar Câmara Municipal por votação

Cerca de cinquenta pessoas se reuniram na frente da Câmara e decidiram pela ocupação, e vereadores identificam pessoas da CUT como 'incentivadores'. Guarda Municipal cerca o plenário neste momento.

Arquivo Publicado em 08/10/2013, às 13h42

None
1213156222.jpg

Cerca de cinquenta pessoas se reuniram na frente da Câmara e decidiram pela ocupação, e vereadores identificam pessoas da CUT como ‘incentivadores’. Guarda Municipal cerca o plenário neste momento.

Verdadeira tropa de sindicalistas e outros apoiadores supostamente convocados por aliados ao Prefeito Alcides Bernal (PP) continuam interferindo na sessão da Câmara desta terça-feira (8), quando deveria ser votada a abertura de uma comissão processante que pode levar ao afastamento e até cassação do prefeito.

Após interromper a sessão devido às interferências das pessoas que lotam o plenário, os vereadores encerraram definitivamente os trabalhos.

Cerca de cinquenta pessoas se reuniram na frente da Câmara e decidiram pela invasão e ocupação do prédio, caso a votação não saia ainda hoje. Eles tentam invadir o prédio e 15 Guardas Municipais estão no local para fazer a segurança.

Waldecy Chocolate (PP) chegou a ser atingido por moedas jogadas pelos manifestantes. Ele deixou a sessão chorando e amparado pelo vereador João Rocha (PSDB).

Jornal Midiamax