Política

Vereador não fará oposição por oposição, garante Siufi

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), não acredita que o prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), terá problemas com os 21 vereadores eleitos pela coligação do adversário, Edson Giroto (PMDB). Siufi entende que os vereadores eleitos vão trabalhar da mesma maneira, avaliando os projetos e aprovando o que é melhor para a […]

Arquivo Publicado em 29/10/2012, às 13h16

None
1164952003.jpg

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), não acredita que o prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), terá problemas com os 21 vereadores eleitos pela coligação do adversário, Edson Giroto (PMDB). Siufi entende que os vereadores eleitos vão trabalhar da mesma maneira, avaliando os projetos e aprovando o que é melhor para a população.

“Não vejo de forma nenhuma vereador que vai querer fazer oposição por oposição. Se eu for presidente não aceitarei este tipo de conduta. Sou eleito para defender o povo e a cidade. Alcides Bernal pode estar certo que vai contar com o meu apoio”, garantiu.

O presidente da Câmara aguarda a visita de Alcides Bernal para definir alguns trâmites já para o próximo ano. Entre os principais assuntos estão o IPTU/2013, o orçamento, de R$ 2,6 bilhões, e até o destino da Câmara, que precisa ser reformada para receber mais oito vereadores.

Siufi explica que Bernal terá que falar o que espera fazer com o IPTU, se congela ou não, e para que setores os vereadores devem indicar as emendas para o ano que vem. Siufi também aproveitará a reunião para estreitar laços com o novo prefeito e não acredita em problemas com o Poder Executivo. Ele conta que tem ouvido a população, que pede um bom relacionamento entre os Poderes.

Após ser eleito, Alcides Bernal declarou ao Midiamax que espera uma relação harmoniosa com os 29 vereadores eleitos no dia 7 de outubro. O novo prefeito ressaltou que já foi vereador e sabe que os parlamentares querem é ser ouvidos e respeitados. Bernal informou ainda que já conversou com os vereadores eleitos e tem a certeza de que terá apoio para administrar. Caso isso não aconteça, pretende mostrar a população quem está dificultando os trabalhos.

Jornal Midiamax