Política

Últimas obras de Nelsinho serão auditadas, diz Bernal

O prefeito eleito de Campo Grande anunciou que não vai aceitar obras entregues sem as finalizações e que vai pedir auditoria em todas elas. A que mais o preocupa é da Júlio de Castilho.

Arquivo Publicado em 25/12/2012, às 18h02

None
957410014.jpg

O prefeito eleito de Campo Grande anunciou que não vai aceitar obras entregues sem as finalizações e que vai pedir auditoria em todas elas. A que mais o preocupa é da Júlio de Castilho.

Após o prefeito em exercício Nelson Trad Filho declarar que os reparos a serem feitos na ciclovia da Afonso Pena, entregue neste domingo (23), devem ficar por conta da próxima  administração, o prefeito eleito Alcides Bernal (PP) declarou que vai mandar auditar as obras para que, se há alguma parte sem conclusão, a empresa responsável pela execução a faça.


“Estou preocupado com o estado das obras entregues, e vou mandar fazer uma auditoria, até para mostrar para a população o que foi feito e como foi feito”.


No dia da entrega da ciclovia, Nelsinho Trad declarou que “administrar Campo Grande é enfrentar desafios. Administrar é trazer pra dentro da prefeitura a vontade do povo e esse era um dos pedidos. A próxima administração já vai ter que começar com muita calma, ter boa relação com o legislativo municipal e com a imprensa”, ponderou .


Para Bernal, uma das obras mais preocupantes é a Júlio de Castilho. “Não pode ser entregue do jeito que está, uma obra assim precisa de atenção redobrada”.


Nesta última semana, a prefeitura entregou mais um trecho da avenida, sem a liberação das bocas de lobo, que fez com que partes da Júlio de Castilho ficassem alagadas.


O secretário de Governo de Campo Grande, Rodrigo Aquino, declarou que a avenida ficará alagada até a finalização da obra, porque as bocas de lobo só serão abertas para escoamento da água quando todas estiverem prontas.


Em relação à lista com a relação de obras em andamento, a ser entregue no dia 1° de janeiro de 2013 pela administração de Nelsinho, Bernal declarou que espera que a promessa seja cumprida. “Estamos aguardando para ver tudo o que foi declarado como entregue, o que falta fazer e acompanhar tudo isso de parto, para que ninguém saia prejudicado. Se foi entregue, deve ser entregue realmente feita e concluída”.

Jornal Midiamax