Política

Suspeito de homicídio é eleito vereador no interior do MT

Suspeito de assassinar a tiros Izaías Vieira, secretário de Obras de Santo Antônio de Leverger, a 34 km de Cuiabá (MT), Marcelo Queiroz (PDT) foi eleito vereador no município, com 2,48% (298) dos votos. Ironicamente, a filha do secretário morto, Patrícia Vieira (PDT), também foi eleita e deve dividir a Câmara com Queiroz. Ela foi […]

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 23h18

None

Suspeito de assassinar a tiros Izaías Vieira, secretário de Obras de Santo Antônio de Leverger, a 34 km de Cuiabá (MT), Marcelo Queiroz (PDT) foi eleito vereador no município, com 2,48% (298) dos votos. Ironicamente, a filha do secretário morto, Patrícia Vieira (PDT), também foi eleita e deve dividir a Câmara com Queiroz. Ela foi a mais votada com 4,38% (526).

No dia 5 de setembro, Marcelo Queiroz, que é policial militar licenciado, disparou contra Izaías após diversas acusações de infidelidade partidária. Na época, a expulsão da própria Patrícia era exigida por Queiroz, já que ela apoiava um candidato adversário ao que a cúpula municipal do PDT determinava.

Com os ânimos exaltados, Queiroz teria sido agredido pelo secretário de Obras, um filho, Patrícia e mais algumas pessoas. Com isso, o policial militar foi até o carro, pegou uma arma e atirou contra Izaías e mais duas pessoas, que ficaram feridas. O secretário foi levado à Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos.

Queiroz foi detido, teve um habeas corpus concedido e responde ao crime em liberdade.

Jornal Midiamax