Política

Servidores pedem 6h e Puccinelli decreta 8h de trabalho em Agências Fazendárias

O governador André Puccinelli decretou, nesta quarta-feira (4) oito horas de trabalho para os servidores das Agências Fazendárias de Aquidauana, Bataguassu, Campo grande, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Jardim, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas. Nas demais agências, o horário de funcionamento passará a ser de […]

Arquivo Publicado em 04/01/2012, às 12h18

None
O governador André Puccinelli decretou, nesta quarta-feira (4) oito horas de trabalho para os servidores das Agências Fazendárias de Aquidauana, Bataguassu, Campo grande, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Jardim, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas. Nas demais agências, o horário de funcionamento passará a ser de 6 horas.O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado.
O horário dos servidores da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal) permanece o mesmo, das 7h às 11h e das 13h às 17h. Para a presidente do Sindicato dos Fiscais Agropecuários, Glaucy da Conceição Ortiz, o decreto vai de encontro ao que pediam os servidores das Agências Fazendárias. 
“Eles pediam 6 horas de trabalho e agora vão ter que trabalhar 8 horas ininterruptas. É uma pena, porque o serviço poderia ser feito no horário que eles solicitavam”, comentou.
Em relação a permanência do horário dos servidores da Iagro, Glaucy disse que não era uma solicitação do sindicato a mudança, que não aconteceu. “A central pedia por seis horas, mas não era uma reivindicação do nosso sindicato a alteração do horário”, declarou. 
O decreto não especifica se as 8 horas de trabalho dos servidores serão ininterruptas no turno de trabalho, apenas que o funcionamento das Agências Fazendárias citadas serão de dez horas ininterruptas.
Editada às 16h para correção de informações.
Jornal Midiamax