Política

Sérgio Guerra reforça que retaliações do PMDB não ameaçam candidatura na Capital

O presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra, engrossou o discurso do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao declarar que o partido não cogita abrir mão da candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) a prefeito da Capital para garantir o apoio do PMDB de Mato Grosso do Sul na corrida pela sucessão presidencial em […]

Arquivo Publicado em 19/04/2012, às 22h06

None

O presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra, engrossou o discurso do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao declarar que o partido não cogita abrir mão da candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) a prefeito da Capital para garantir o apoio do PMDB de Mato Grosso do Sul na corrida pela sucessão presidencial em 2014.


“Não tem nada a ver uma coisa com a outra”, disse Sérgio Guerra, nesta quinta-feira (19), no lançamento da pré-candidatura de Azambuja. “A gente tem muito respeito pelo governador (André Puccinelli), mas nosso partido, como todo partido, deseja crescer e temos um excelente candidato, por isso, vamos fazer a campanha dele, isso é da democracia”, destacou.


Em 2010, seguindo tradição, o PMDB sul-mato-grossense deu palanque a candidato tucano na disputa pela Presidência da República. Agora, diante da intenção de o PSDB romper aliança em Campo Grande, líderes do partido ameaçam apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, em 2014.

Jornal Midiamax