Política

Puccinelli quer Nelsinho no comando da campanha de Giroto

No pesqueiro de Antonio João, no final de semana, o governador deu a missão ao prefeito

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 22h35

None
1391925131.JPG

No pesqueiro de Antonio João, no final de semana, o governador deu a missão ao prefeito

O governador André Puccinelli quer o prefeito Nelsinho Trad no comando da campanha do deputado Edson Giroto para prefeito de Campo Grande.


Foi para dar esse recado que Puccinelli partiu, no sábado, para pescaria na beira do rio Piquiri, com Nelsinho Trad, no pesqueiro do jornalista e empresário Antonio João, anfitrião de ambos, até então pré-candidato a prefeito pelo PSD com discurso críticio a Puccinelli e Giroto. Os três desembarcaram pouco antes das 18 horas no aeroporto internacional de Campo Grande.


Colocar Nelsinho na linha de frente é a estratégia de assessores de Puccinelli para empurrar Nelsinho no projeto andrezista de eleger Giroto. Essa visão, inclusive, teria levado Puccinelli a antecipar a escolha do candidato do PMDB à sucessão na Capital.


O recado vira imposição na medida em que, segundo fonte do Parque dos Poderes, Nelsinho enterra sua aspiração de contar com o apoio de Puccinelli para concorrer à sucessão do governo estadual em 2014 pelo PMDB caso faça “corpo mole” agora.


Puccinelli, segundo essa fonte, quer Nelsinho, já nesta segunda-feira, assumindo o papel de comandante da campanha de Giroto, no ato de lançamento, previsto para as 11 horas.


Ao retornar da pescaria, entretanto, Nelsinho vai encontrar aliados insatisfeitos com o ato do PMDB, ocorrido no sábado, com a presença do deputado Giroto, em que a vice-governadora Simone Tebet  foi diversas vezes apontada como o nome certo do PMDB para disputar a sucessão de Puccinelli.


A resistência a Giroto começa na própria família. O deputado estadual Marquinhos Trad já afirmou que vê impedimento ético na candidatura de Giroto e por isso não vai apoiá-lo. Outro que deve se desgarrar do projeto de Puccinelli, embora tenha sido incluído na pesquisa do PMDB, é o deputado federal Henrique Mandetta, do DEM.

Mandetta não gostou da festa peemdebista na qual Simone Tebet foi colocada como provável candidata do PMDB ao governo estadual em 2014, em evento ocorrido no sábado (03) com a presença de Giroto. O deputado já teria afirmado que não vai ao lançamento de Giroto, programado para esta segunda-feira, e sinalizado que a aliança do DEM será com o PSDB.

Jornal Midiamax