Política

Puccinelli diz que propostas de Bernal encantaram a população e promete apoio do Estado

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou – após o fim da apuração das urnas – que as propostas do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), encantaram a população e prometeu ajudá-lo a administrar Campo Grande. Para o governador, não houve rejeição de seu grupo, nem de seu partido, mas “foi feita a vontade do povo”. Puccinelli acompanhou […]

Arquivo Publicado em 28/10/2012, às 21h54

None

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou – após o fim da apuração das urnas – que as propostas do prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), encantaram a população e prometeu ajudá-lo a administrar Campo Grande. Para o governador, não houve rejeição de seu grupo, nem de seu partido, mas “foi feita a vontade do povo”.

Puccinelli acompanhou toda a apuração em sala reservada dentro do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), em companhia do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), do secretário Estadual de Habitação e Cidades, Carlos Marun, do candidato derrotado Edson Giroto (PMDB) e seu vice, Dagoberto Nogueira (PDT).

Na chegada, o grupo entrou sem falar com a imprensa. Por volta das 18h eles saíram do lado contrário onde mais de 300 apoiadores de Bernal comemoravam a vitória, com o intuito de evitar tumultos.

Sem mencionar o nome de Bernal uma única vez, Puccinelli declarou que as propostas apresentadas pelo PP encantaram a população, mas que respeita o resultado e não vai deixar de gostar de Campo Grande por isso.

O governador reforçou sua mudança de discurso, afirmando que não existe problema de gestão no caso de o governador e o prefeito não serem do mesmo partido, ao contrário do que vinha afirmando em campanha na TV. “Não atrapalha a gestão do município”, destacou Puccinelli, que fez questão de deixar claro que sempre se deu bem com todos os prefeitos, independente de partido.

Questionado se a derrota nas eleições é um reflexo do fato de a população não aceitar que o grupo do PMDB permaneça no poder, Puccinelli negou. “Não é o grupo, nem o partido que perdeu, foram duas propostas e a população escolheu uma delas”, disse.

Antes de ir embora o governador aproveitou para dar uma alfinetada no adversário. “Esse candidato que ganhou disse que vai melhorar a saúde, a educação, o transporte e congelar o IPTU. Isso encantou a população. Vamos ver se ele vai conseguir fazer tudo o que prometeu”, ressaltou.

Dos outros acompanhantes, apenas Giroto falou com a imprensa. Ao ser questionado se ele iria ligar para parabenizar Bernal pela vitória, ele desconversou e disse que não. “Tenho respeito e vou cobrar tudo o que ele prometeu. Principalmente o IPTU congelado. A gente tem que estar ai pra ajudar”, ironizou Giroto que saiu correndo e entrou no carro em seguida.

Jornal Midiamax