Política

Prefeito diz que encontrou Bernal, mas conversa ficou restrita a cumprimentos de Natal

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), e o prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), voltaram a se encontrar depois da primeira reunião de trabalho entre os dois, no dia 17 de dezembro. Segundo Nelsinho, o encontro aconteceu no dia 24 de dezembro, antes do Natal. “Fui desejar Feliz Natal para ele”, disse Nelsinho. Questionado […]

Arquivo Publicado em 26/12/2012, às 19h15 - Atualizado em 13/07/2020, às 10h46

None
577970947.jpg

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), e o prefeito eleito, Alcides Bernal (PP), voltaram a se encontrar depois da primeira reunião de trabalho entre os dois, no dia 17 de dezembro. Segundo Nelsinho, o encontro aconteceu no dia 24 de dezembro, antes do Natal.

“Fui desejar Feliz Natal para ele”, disse Nelsinho. Questionado sobre o clima paz e amor entre os dois após trocas de farpas, Nelsinho disse que ambos são civilizados e garantiu que a conversa ficou restrita apenas a cumprimentos de Natal.

Nelsinho explicou que está preparando documentos para poder sentar e apresentar a Bernal. Entre os assuntos a ser tratados está os convênios que precisam ser renovados com o Governo do Estado. Nelsinho disse ainda que a equipe de Bernal ainda não iniciou as visitas que faria nas secretarias.

Após o primeiro encontro realizado no dia 17 de dezembro, os prefeitos garantiram que se reuniriam novamente para falar de outros assuntos. Na ocasião Bernal disse que pediu a Nelsinho a autorização para visitar secretarias. A equipe de transição dos prefeitos não se reúne desde o dia 12 de dezembro. Na época eles disseram que o próximo encontro só seria realizado depois que os prefeitos conversassem e definissem a agenda de visitas as secretarias.

Em entrevista ao Midiamax nesta quarta-feira (26) Bernal demonstrou preocupação principalmente com a Saúde. Ele disse que vai procurar o prefeito e o secretário Leandro Mazina para solicitar que tudo fique organizado, evitando que a escala de médicos apresente defasagem, já que a responsabilidade dos plantões ainda é de Nelsinho até o dia 31 de dezembro.

Jornal Midiamax