Política

Para vereadores, pré-candidatura de Zeca oxigenará o PT

A pré-candidatura a vereador do ex-governador Zeca do PT foi bem aceita por parlamentares da Câmara Municipal de Campo Grande. Para eles, o petista oxigenará a campanha a prefeito do deputado federal Vander Loubet (PT), além de atrair o apoio de outros partidos. Para a vereadora professora Rose (PSDB), a pré-candidatura do ex-governador ajudará a […]

Arquivo Publicado em 17/04/2012, às 19h51

None

A pré-candidatura a vereador do ex-governador Zeca do PT foi bem aceita por parlamentares da Câmara Municipal de Campo Grande. Para eles, o petista oxigenará a campanha a prefeito do deputado federal Vander Loubet (PT), além de atrair o apoio de outros partidos.


Para a vereadora professora Rose (PSDB), a pré-candidatura do ex-governador ajudará a alavancar a campanha do deputado federal Vander Loubet. “O Zeca é uma grande liderança, para o PT será excelente ter um candidato como ele. A presença do Zeca irá ajudar a movimentar a disputa majoritária”, disse.


De acordo com o vereador Carlão (PSB), Zeca será “um grande puxador de votos” nestas eleições. Segundo o socialista, o ex-governador também auxiliará o PT em articulações com legendas que pretendem dobrar o número de vereadores ou eleger ao menos um representante.


O presidente regional do PV, vereador Marcelo Bluma, considerou a pré-candidatura de Zeca como uma “estratégia inteligente” devido o “peso político” do ex-governador. Contudo, o dirigente não revelou se pretende formalizar aliança com o PT, a exemplo de 2010. “Não estamos no momento de fazer essa discussão”, ponderou.


Por sua vez, a vereadora Thaís Helena (PT) comemorou o anúncio do ex-governador. “A presença do Zeca na campanha será importantíssima para discutirmos a cidade”, pontuou. A parlamentar também comentou que a figura do ex-chefe do Executivo sul-mato-grossense ajudará o PT a dialogar com outros partidos.


O vereador Herculano Borges (PSC) também destacou a pré-candidatura de Zeca do PT. Contudo, ele não adiantou se a figura do ex-governador levaria o PSC para o arco de alianças do PT. “Não vamos nos pautar nisso, mas sim no candidato que oferecer oportunidade de crescimento para o nosso partido”, comentou.


Candidato a deputado estadual na campanha de 2010 pela coligação de Zeca, o vereador Lídio Lopes (PP) classificou como arriscada a possibilidade do petista disputar estas eleições. “O vereador é o primeiro degrau na política, o Zeca já foi governador, chegou ao topo. Nestas eleições teremos muitos candidatos a vereador e ele corre risco de perder”, opinou. 

Jornal Midiamax