Política

Justiça Eleitoral já trocou 1,7 mil urnas com defeito em todo o país

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta tarde (7) que já houve troca de 1.763 urnas nas eleições municipais em todo o país por defeito durante o uso. São cerca de 500 urnas a mais em relação ao boletim mais recente, que apontava 1.266 urnas com defeito. O estado que apresentou mais problemas com as […]

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 18h59

None

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta tarde (7) que já houve troca de 1.763 urnas nas eleições municipais em todo o país por defeito durante o uso. São cerca de 500 urnas a mais em relação ao boletim mais recente, que apontava 1.266 urnas com defeito.



O estado que apresentou mais problemas com as urnas foi o Rio de Janeiro, com 234 substituições, além de Santa Catarina (171) e Rio Grande do Sul (158). As unidades da Federação com o menor número de urnas trocadas são Tocantins (4) e Roraima (8). Em dois estados – Pará e Rio de Janeiro – há registro de seções com votação manual.



O percentual de urnas trocadas chega 0,43% de um total de 407,5 mil disponíveis para votação. Além disso, o TSE registra 2,5 mil urnas para recepção de justificativa aos que não puderem votar e 57 mil urnas de contingência.



Este ano, o TSE incrementou as urnas eletrônicas com baterias que têm autonomia de 12 horas sem recarga, o que significa que, em caso de falta de luz, a eleição terá condição de continuar.



Entretanto, caso as urnas funcionem durante todo o dia com bateria, não é possível garantir que haverá carga suficiente, após as 17h, para a transmissão dos dados. Até o momento, não há registro de utilização de urnas para votação manual, em cédulas de papel.


Jornal Midiamax