Política

Juíza manda notificar Puccinelli, Giroto e Dagoberto sobre ação por abuso de poder

A notificação é sobre a ação por abuso de poder, aberta com base na denúncia da coligação A Força da Gente, do candidato Alcides Bernal (PP).

Arquivo Publicado em 28/08/2012, às 22h28

None
2012858231.jpg

A notificação é sobre a ação por abuso de poder, aberta com base na denúncia da coligação A Força da Gente, do candidato Alcides Bernal (PP).

A juíza Denize Dódero Rodrigues mandou, nesta terça-feira (28), notificar o governador André Puccinelli, o deputado federal Edson Giroto (PMDB) e Dagoberto Nogueira (PDT) sobre ação por abuso de poder, aberta com base na denúncia da coligação A Força da Gente, do candidato Alcides Bernal (PP).


“A juíza mandou notificar eles hoje”, informou o advogado da coligação, Lincon Ben Hur. Protocolizada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) no dia 21 de agosto, a ação pede a inegibilidade de Giroto e Dagoberto, respectivamente, candidato a prefeito e a vice de Campo Grande, e de Puccinelli, além da cassação do registro da candidatura dos dois.

Jornal Midiamax