Política

Juíza derruba representação do PMDB contra Bernal

Na batalha jurídica imposta pela coligação Mais Trabalho por Campo Grande, comandada pelo PMDB, o deputado estadual Alcides Bernal (PP) obteve ontem (23) sua primeira vitória. A juíza Elizabeth Rosa Baisch, da 36ª Vara Eleitoral da Capital, derrubou representação na qual os governistas acusavam divulgação de pesquisa sem registro. Na representação, a coligação comandada pelo […]

Arquivo Publicado em 24/07/2012, às 14h00

None
1732210368.jpg

Na batalha jurídica imposta pela coligação Mais Trabalho por Campo Grande, comandada pelo PMDB, o deputado estadual Alcides Bernal (PP) obteve ontem (23) sua primeira vitória. A juíza Elizabeth Rosa Baisch, da 36ª Vara Eleitoral da Capital, derrubou representação na qual os governistas acusavam divulgação de pesquisa sem registro.


Na representação, a coligação comandada pelo PMDB denunciou divulgação do levantamento no programa diário na rádio, apresentado por Bernal. Ele teria reproduzido os números anunciados no programa Hoje em Dia, de rede nacional da Record.


A juíza, no entanto, considerou improcedente o pedido por não constar comprovação da denúncia nos autos. “Eles não comprovaram que a pesquisa estava sem registro”, disse o advogado do candidato, Lincoln Ben Hur. “Além disso, na condição de radialista, o deputado apenas reproduziu o que já era de conhecimento nacional, sem distorcer os números em seu favor”, acrescentou.


Bernal ainda é alvo de pedido de impugnação de sua candidatura e de outras duas representações por suposta propaganda eleitoral antecipada. Todos as ações foram movidas pela coligação do deputado federal Edson Giroto (PMDB), que segundo pesquisa do Datamax/Televox, está 10 pontos percentuais atrás de Bernal na disputa pelo comando da Prefeitura de Campo Grande.

Jornal Midiamax