Política

Giroto é quem mais recebeu doações de campanha, mas Puccinelli diz que está difícil arrecadar

Apesar de o candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Edson Giroto (PMDB), ser o que mais recebeu doações de campanha até agora, o governador André Puccinelli (PMDB) reclamou que ninguém quer colaborar e que a arrecadação de dinheiro para campanha eleitoral deste ano está difícil. Segundo a primeira prestação de contas apresentadas ao […]

Arquivo Publicado em 05/09/2012, às 15h41

None
748196921.jpg

Apesar de o candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Edson Giroto (PMDB), ser o que mais recebeu doações de campanha até agora, o governador André Puccinelli (PMDB) reclamou que ninguém quer colaborar e que a arrecadação de dinheiro para campanha eleitoral deste ano está difícil.


Segundo a primeira prestação de contas apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos 86 parlamentares que disputam prefeituras no Brasil, Giroto é o prefeitável que mais recebeu doações.


Questionado sobre verba de campanha, Puccinelli, no entanto, reclamou da dificuldade em receber doação. “Ninguém quer colaborar”, se queixou.


O candidato governista arrecadou R$ 1.835.500, quase o dobro do segundo colocado, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que disputa a eleição em Osasco. O petista conseguiu até agora R$ 948.690.


Puccinelli disse ainda, acreditar que “todo mundo está duro” e que por isso os recursos estão sendo poucos. A afirmação ocorreu na manhã desta quarta-feira (5), durante solenidade de comemoração dos 177 anos da PM (Polícia Militar).

Jornal Midiamax