Política

Fetems suspende assembleia para ouvir nova proposta de Puccinelli

Trabalhadores da educação ligados à Fetems (Federação dos Trabalhadores da Educação do Mato Grosso do Sul) se reuniram nesta terça-feira (16), em uma assembleia extraordinária para discutir a proposta oferecida pelo Governo do Estado sobre o reajuste aos profissionais conforme o custo-aluno. A reunião, que teve início por volta das 14h, foi suspensa para que […]

Arquivo Publicado em 16/10/2012, às 19h23

None
1408148213.jpg

Trabalhadores da educação ligados à Fetems (Federação dos Trabalhadores da Educação do Mato Grosso do Sul) se reuniram nesta terça-feira (16), em uma assembleia extraordinária para discutir a proposta oferecida pelo Governo do Estado sobre o reajuste aos profissionais conforme o custo-aluno.

A reunião, que teve início por volta das 14h, foi suspensa para que representantes da entidade fossem até a Casa Civil, a convite do governo, para uma nova conversa.

Após a reunião na Casa Civil a categoria se reúne novamente no auditório da FETEMS para decidir se aceita ou não as propostas do Governo do Estado.

Além da ADIN 4848, outros cinco pontos foram debatidos com o governador na reunião realizada na segunda-feira (15): Implantação de 1/3 de hora-atividade para planejamento de aulas na rede estadual de ensino, promoção funcional dos trabalhadores em educação, realização do concurso público para os professores e administrativos, unificação da carreira dos professores e administrativos em educação e implantação de uma política salarial justa nos anos de 2013 e 2014.

Conforme a entidade, por enquanto, está mantido o Ato Público contra os seis governadores que assinaram a ADIN 4848, na próxima quinta-feira (18).

Jornal Midiamax