Política

Estamos fechados com o Azambuja, ratifica Assis sobre assédio do PMDB

O presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, ratificou hoje o projeto de o partido sair da sombra do PMDB no Estado e partir para o enfrentamento na corrida pela sucessão da Prefeitura de Campo Grande, com a candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja. “Estamos fechados com o Reinaldo”, disse o dirigente tucano. Desde o […]

Arquivo Publicado em 09/03/2012, às 10h50

None

O presidente municipal do PSDB, Carlos Alberto Assis, ratificou hoje o projeto de o partido sair da sombra do PMDB no Estado e partir para o enfrentamento na corrida pela sucessão da Prefeitura de Campo Grande, com a candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja. “Estamos fechados com o Reinaldo”, disse o dirigente tucano.


Desde o lançamento da pré-candidatura do deputado federal Edson Giroto (PMDB) a prefeito da Capital, o PMDB vem assediando os tucanos para manter o “casamento” de anos com o tradicional parceiro. Giroto, inclusive, abriu a negociação para o PSDB indicar seu vice.


“Nós mantemos a candidatura do Reinaldo”, reiterou Assis. Para ele, é natural o assédio dos partidos. “O momento é de conversações e política é a arte de dialogar”, explicou. “Mas, até agora, ninguém do PMDB me procurou”, acrescentou.


Indagado sobre a corrida do PSDB por aliados, o dirigente demonstrou empolgação com as articulações com o DEM e o PPS, aliados dos tucanos na esfera nacional.

Jornal Midiamax