Política

Em visita a MS, dirigente nacional reafirma apoio à pré-candidatura de Bernal

A presidente do Movimento Mulher Progressista no Rio Grande do Sul, Ana Rita Rodrigues, membro do diretório nacional do PP, esteve nesta segunda-feira (16), em Campo Grande para participar do seminário Motivação e Organização Partidária. O evento organizado pelo PP de Mato Grosso do Sul foi realizado na Assembleia Legislativa. Segundo a dirigente, a cúpula […]

Arquivo Publicado em 16/04/2012, às 20h19

None

A presidente do Movimento Mulher Progressista no Rio Grande do Sul, Ana Rita Rodrigues, membro do diretório nacional do PP, esteve nesta segunda-feira (16), em Campo Grande para participar do seminário Motivação e Organização Partidária. O evento organizado pelo PP de Mato Grosso do Sul foi realizado na Assembleia Legislativa.


Segundo a dirigente, a cúpula nacional da legenda “se envolverá de todas as formas” com a campanha do pré-candidato a prefeito de Campo Grande, deputado estadual Alcides Bernal, presidente do PP em Mato Grosso do Sul.


Ana Rita também se mostrou surpresa com a estrutura do partido no Estado e garantiu que a orientação da legenda comandada nacionalmente pelo senador Francisco Dornelles é para que o PP dispute a Prefeitura de Campo Grande.


Além de Dornelles, a pré-candidatura a prefeito do deputado sul-mato-grossense conta com o aval do vice-presidente do PP, Ricardo Barros, e do também senador Ciro Nogueira. Bernal, inclusive, já divulgou vídeos ao lado das lideranças progressistas. Nas imagens, os dirigentes destacam apoio ao projeto político do parlamentar na Capital.


Alianças


A presidente do PP Mulher de Rio Grande do Sul também afirmou que o partido respeitará as decisões da direção regional da sigla, principalmente em relação às alianças. “No Rio Grande do Sul fomos contrários ao PT, mas aqui não vejo problema de os partidos se aliarem”, comentou.


Em 2010, durante as eleições para presidente da República, Alcides Bernal apoiou a então candidata Dilma Rousseff (PT), enquanto os progressistas do Rio Grande do Sul estiveram ao lado de José Serra (PSDB).


“A maioria dos progressistas apoiaram a Dilma, mas lá [no Rio Grande do Sul] nós fomos contrários”, reforçou Ana Rita ao destacar que o PP “respeitará as realidades de cada estado”. “Temos que reconhecer que não se ganha uma eleição sem coligação”, afirmou.

Jornal Midiamax