Política

Colegiado Escolar entrega abaixo-assinado a Puccinelli

O Colegiado Escolar da Escola Estadual Teotônio Vilela entregou ao Governador André Puccinelli (PMDB) um abaixo-assinado com 543 assinaturas. Neste documento a Comunidade Escolar pede ao Governador que revogue a decisão da Secretaria de Estado de Educação que, Determina o fechamento de 11 turmas do Ensino Fundamental (1º ao 6º ano), do período matutino, a […]

Arquivo Publicado em 29/11/2012, às 13h16

None
749024807.jpg

O Colegiado Escolar da Escola Estadual Teotônio Vilela entregou ao Governador André Puccinelli (PMDB) um abaixo-assinado com 543 assinaturas. Neste documento a Comunidade Escolar pede ao Governador que revogue a decisão da Secretaria de Estado de Educação que, Determina o fechamento de 11 turmas do Ensino Fundamental (1º ao 6º ano), do período matutino, a partir de 2013, nesta Unidade Escolar. E propõe a abertura do Ensino Fundamental apenas no período vespertino em 2013.


Segundo as mães e os pais de alunos as mudanças propostas pela SED-MS na Escola Estadual Teotônio Vilela podem prejudicar mais de 300 alunos. Segundo a Presidente do Colegiado Escolar Sandra Regina de Jesus:


“Nós vamos lutar até o fim para, com a união de pais, mães, alunos, professores, funcionários e lideranças comunitária para mantermos em funcionamento todas as turmas de 1º ao 6º, do ensino fundamental, do período matutino na Escola Estadual Teotônio Vilela. É inaceitável determinar mudanças importantes numa escola estadual e não aceitar o diálogo com a Comunidade Escolar. Onde está a democracia?”


 Colegiado Escolar pediu apoio a diversos órgãos para evitar que os alunos sejam prejudicados no ano letivo de 2013. Pediu que o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de Mato Grosso do Sul /CEDCA-MS, Conselho Estadual de Direitos Humanos, Ministério Público Estadual, Assembleia Legislativa, ACP e Fetems façam a mediação entre a comunidade escolar e a SED, pois a Direção da Escola prefere acatar as mudanças, arbitrárias, propostas pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul.


O Colegiado Convocou nova Assembleia Geral Extraordinária para o dia 30 de novembro de 2012, sexta-feira, às 19 horas, nas dependências da escola, para tomada de decisão definitiva sobre o funcionamento do ensino fundamental no ano letivo de 2013 e anos seguintes. Os pais e mães de alunos não descartam a realização de um protesto público se a Secretaria de Estado de Educação não comparecer à Assembleia Geral Extraordinária para dialogar e ouvir, da comunidade escolar, a argumentação contrária à mudança de turno do ensino fundamental para o ano letivo de 2013. “Nós vamos encaminhar, coletivamente, as decisões da Assembleia, esperamos que a SED-MS aprenda a dialogar, aprenda a ouvir todo mundo antes decidir o futuro destas crianças e evite que tenhamos que recorrer à justiça para garantir o direito sagrado de estudar de acordo com a realidade local.” Afirmou a Presidente do Colegiado Escolar Sandra Regina de Jesus.

Jornal Midiamax