Política

Bernal confirma encontro com Puccinelli ‘para falar as coisas no olho’

O prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), confirmou, na manhã desta sexta-feira (28), reunião com o governador André Puccinelli (PMDB). O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) também esteve presente para discutir convênios, ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e presidência da Câmara Municipal. “Fui falar as coisas no olho para não ficar […]

Arquivo Publicado em 28/12/2012, às 13h18

None
1625346808.jpg

O prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), confirmou, na manhã desta sexta-feira (28), reunião com o governador André Puccinelli (PMDB). O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) também esteve presente para discutir convênios, ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e presidência da Câmara Municipal.


“Fui falar as coisas no olho para não ficar mandando recado”, disse Bernal. Segundo ele, Puccinelli ligou para agendar encontro na próxima segunda-feira (31). “Decidi antecipar a conversa por conta da interferência do governador na eleição da Mesa Diretora da Câmara”, emendou.


Neste sentido, o futuro prefeito apelou para Puccinelli não influenciar na disputa a fim de evitar “crise”. “Escuto dos vereadores que o clima é de terceiro turno, querem dar o troco da derrota nas urnas na eleição Mesa”, frisou. “Mas isso em nada contribui para o município”, completou.


A preocupação de Bernal é com a possibilidade de o clima se acirrar ainda mais. “Procurei o governador para não correr o risco de transformarem a Câmara numa Casa de contenda com o Executivo”, reforçou.


Em resposta, Puccinelli prometeu ao futuro prefeito se afastar das negociações, mas confirmou preferência pela eleição de Mário Cesar (PMDB) ou Flávio César (PTdoB) como presidente da Câmara. Essa não é a primeira vez que o governador garante não “meter o bedelho” na disputa, sem conseguir se afastar do embate.


Ainda no encontro da noite de quinta-feira (27), Puccinelli se comprometeu a renovar convênios do Governo do Estado com a prefeitura e alertou Bernal da possibilidade de reduzir o repasse do ICMS por conta de eventual queda na arrecadação.

Jornal Midiamax