Política

Bernal atribui rejeição de adversários a aversão de eleitores à ficha-suja

Com o menor índice de rejeição entre os sete candidatos a prefeito de Campo Grande, o deputado estadual Alcides Bernal (PP) atribuiu os altos índices de reprovação dos candidatos dos maiores partidos de Mato Grosso do Sul a aversão dos eleitores a políticos com processos na Justiça. “Os nossos adversários estão enrascados porque o povo […]

Arquivo Publicado em 24/07/2012, às 15h43

None

Com o menor índice de rejeição entre os sete candidatos a prefeito de Campo Grande, o deputado estadual Alcides Bernal (PP) atribuiu os altos índices de reprovação dos candidatos dos maiores partidos de Mato Grosso do Sul a aversão dos eleitores a políticos com processos na Justiça.


“Os nossos adversários estão enrascados porque o povo não quer saber de ficha-suja”, declarou. Tanto o candidato do PMDB, deputado federal Edson Giroto, quanto o candidato do PT, deputado federal Vander Loubet, enfrentam processos na Justiça.


No caso do petista, as ações estão em fase de recurso. O processo de Giroto (Operação Vintém) está “concluso” com a relatora, aguardando julgamento, como disse a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármem Lúcia.


Os dois, inclusive, apresentam o maior índice de rejeição entre os candidatos, conforme pesquisa do Datamax/Televox, publicada nesta terça-feira (24) pelo jornal Midiamax. Entre os 480 entrevistados, 13% informaram jamais votar em Giroto e 19% se recusam a ajudar eleger Vander.


Por outro lado, Bernal aparece com 3% de reprovação. “Fico muito feliz com esse resultado e credito isso ao fato de ser um cara de chão e não de gabinete e por não contar com um grupo que faz de tudo para manter o sistema”, comentou.


Logo depois de Bernal, aparecem o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) e o vereador Marcelo Bluma (PV), com 4% de rejeição cada um. “Isso sinaliza que essa eleição pode apresentar alterações. Primeiro, porque a pesquisa mostra que três candidatos figuram com boas chances de atrair votos e, segundo, porque o candidato governista larga com alto índice de reprovação”, analisou Bluma.


Procurados pela reportagem, Vander, Giroto e Azambuja não retornaram as ligações até o fechamento da matéria.

Jornal Midiamax