Política

A chance de mudar está nas mãos do povo e a virada será com Bernal, aposta Delcídio

O senador Delcídio do Amaral (PT) declarou não possuir dúvida de que este é o momento da virada na história do Mato Grosso do Sul. Ele afirmou que a população está mais consciente e, por isso, tem manifestado o desejo por mudança. As declarações foram feitas na manhã deste domingo (28), enquanto acompanhava a votação […]

Arquivo Publicado em 28/10/2012, às 15h39

None
1934447157.jpg

O senador Delcídio do Amaral (PT) declarou não possuir dúvida de que este é o momento da virada na história do Mato Grosso do Sul. Ele afirmou que a população está mais consciente e, por isso, tem manifestado o desejo por mudança. As declarações foram feitas na manhã deste domingo (28), enquanto acompanhava a votação do candidato Alcides Bernal (PP).


Delcídio afirmou que as pessoas querem um Estado de oportunidade, “sem perseguição”, “sem ranço”, a fim de garantir um futuro melhor. “Nas andanças de campanha percebi claramente que o povo não aguenta mais. E a minha observação foi confirmada nas urnas onde o pedido de mudança ficou registrado”, destacou.


Para o senador, o único segmento que obteve vitória com essa campanha foi o povo. Ele ressaltou que esse é o “momento da virada, onde as pessoas estão com a oportunidade em mãos para garantir o futuro que desejam”.


De acordo com Delcídio, a evolução na consciência da população, em relação a seus direitos e deveres estimulou a possível vitória de Bernal. “As pessoas agora estão fazendo uma nova leitura do valor da cidadania e, por isso, manifestaram nas urnas o desejo de um governo melhor, dedicado à população e não em benefício de uns e outros”, frisou.


Afirmando que Bernal é o melhor para Campo Grande, o petista ressaltou a ética e a educação que o candidato progressista se comportou durante toda a campanha. “Ele nunca baixou o nível como o candidato chapa branca, além disso Bernal tem respaldo com o Governo Federal e é a oportunidade de mudar esse cenário de pressão e ditadura”, finalizou.

Jornal Midiamax