Durante discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (29), o vereador Vicente Lichoti (PT), de Nova Andradina, chamou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini, de “sem vergonha”.

O parlamentar comentava sobre a recente onda de roubos à mão armada naquele município, quando, ao se referir ao secretário, afirmou: “esse Jacini é um sem vergonha, esse Jacini, em cinco anos, nunca pisou em Nova Andradina”, disse.

Lichoti também criticou a falta de estrutura da Cadeia Pública de Nova Andradina, principalmente no que se refere ao número de policiais efetivos. “São seis policiais efetivos para fazer as investigações e ao mesmo tempo cuidar da Cadeia Pública. Do papel de investigador, o policial civil é direcionado para a categoria de carcereiro, o que compromete as investigações desses crimes”, destacou.

Número de homicídios assusta

Segundo o vereador, outro dado preocupante é referente ao número de homicídios registrados no município em 2011: 15 em menos de oito meses.

Um cálculo proporcional feito pelo parlamentar mostra que o número de assassinatos em Nova Andradina é maior do que em capitais como Rio de Janeiro (26 a cada 100 mil) e São Paulo (8,3 a cada 100 mil).

De acordo com o levantamento elaborado por Lichoti, a cada 100 mil pessoas, 50 são assassinadas em Nova Andradina.

“A gente pensa que o clima de insegurança são só em grandes capitais, mas não, vivemos aqui um clima insegurança maior do que no Rio de Janeiro”, comparou.