Política

Tio de Ari Artuzi perde mandato de vereador em sessão que durou quase quatro horas

Depois de quase quatro horas, a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Dourados que analisava o relatório da Comissão Processante cassou o mandato do vereador Julio Artuzi (PRB), tio do ex-prefeito Ari Artuzi. Onze vereadores votaram pela cassação de Julio Artuzi. Apenas o vereador Juarez de Oliveira estava impedido de votar por ser seu suplente. […]

Arquivo Publicado em 17/03/2011, às 17h26

None

Depois de quase quatro horas, a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Dourados que analisava o relatório da Comissão Processante cassou o mandato do vereador Julio Artuzi (PRB), tio do ex-prefeito Ari Artuzi. Onze vereadores votaram pela cassação de Julio Artuzi. Apenas o vereador Juarez de Oliveira estava impedido de votar por ser seu suplente.


Tio Julio estava sendo acusado de quebra de decoro parlamentar por seu envolvimento nos crimes de corrupção apontados pela Operação Uragano, da Polícia Federal, que mandou para a cadeia em setembro do ano passado o prefeito Ari Artuzi, o vice-prefeito Carlinhos Cantor, nove vereadores, secretários municipais, servidores públicos e empresários.


Nesta sexta-feira serão julgados mais dois vereadores. Paulo Henrique Bambu (DEM) poderá ser cassado na sessão que está prevista para começar às 9h enquanto a sessão de julgamento do vereador Aurélio Bonato (PDT) será iniciada às 14h.


A sessão para o julgamento do vereador Marcelo Barros (DEM), que estava marcada para acontecer na última segunda-feira, foi cancelada por determinação Judicial. Depois que a Câmara derrubou a liminar concedida pela Justiça, o julgamento será retomado em data ainda a ser marcada.

Jornal Midiamax