Política

Puccinelli não cumprimenta Marquinhos Trad durante solenidade na Assembleia

Durante solenidade de assinatura de convênios das emendas parlamentares ao FIS/2011 (Fundo de Investimento Social), ocorrida nesta quinta-feira (17), o governador André Puccinelli não perdeu a oportunidade de demonstrar sua contumaz prepotência ao demonstrar publicamente que as atividades parlamentares do deputado Marquinhos Trad (PMDB) têm lhe contrariado os planos de fazer com...

Arquivo Publicado em 17/11/2011, às 15h26

None
640561662.jpg

Durante solenidade de assinatura de convênios das emendas parlamentares ao FIS/2011 (Fundo de Investimento Social), ocorrida nesta quinta-feira (17), o governador André Puccinelli não perdeu a oportunidade de demonstrar sua contumaz prepotência ao demonstrar publicamente que as atividades parlamentares do deputado Marquinhos Trad (PMDB) têm lhe contrariado os planos de fazer com que o poder legislativo subjugue suas ações à sua vontade.


A praxe destas sessões implica em cumprimentos e fotos com os contemplados, deputados e beneficiários das emendas, sejam prefeitos das cidades atendidas ou representantes das entidades civis beneficiadas. E assim transcorria a cerimônia até o momento em que o deputado Marquinhos Trad procedia a assinatura na destinação de recursos referentes à sua emenda.


Tomado por um súbito esquecimento, o governador, após assinar, manteve-se em conversas com a secretária de estado da Saúde, Beatriz Dobashi, causando estranheza entre os presentes e mal-estar no deputado e seu convidado.


Questionado, o governador negou que não tenha cumprimentado parlamentar, disse que havia cumprimentado a todos na sua chegada à Casa. “Eu não deixei nem de cumprimentar aos deputados do PT, que são oposição, por que deixaria de cumprimentar um companheiro de partido?”, enfatizou.


“Eu não acredito que tenha sido uma atitude pensada, fiquei sem jeito de interromper o diálogo do governador com a secretária, cheguei a ficar e estou chateado, mas não creio que tenha sido por maldade ou de caso pensado. Da minha parte, gostaria de poder ter cumprimentado a autoridade maior do Estado, não tenho nada contra o André, tenho por ele o maior respeito”, disse o deputado Marquinos Trad.


Jornal Midiamax