Política

Por conta da ‘crise’, Secretário de Educação será sabatinado pela Câmara de Vereadores em Dourados

O presidente da Câmara de Dourados, Idenor Machado (DEM) fez requerimento para que o secretário de Educação de Dourados, Walteir Betoni prestar esclarecimentos na Casa de Leis. Segundo informações, o secretário, indicado por ‘figuras’ do primeiro escalão do PT em Dourados, tem sido pressionado dentro da administração de Murilo Zauith (PSB). As informações dão conta […]

Arquivo Publicado em 10/11/2011, às 18h57

None
1507715696.jpg

O presidente da Câmara de Dourados, Idenor Machado (DEM) fez requerimento para que o secretário de Educação de Dourados, Walteir Betoni prestar esclarecimentos na Casa de Leis. Segundo informações, o secretário, indicado por ‘figuras’ do primeiro escalão do PT em Dourados, tem sido pressionado dentro da administração de Murilo Zauith (PSB).


As informações dão conta te que há uma pressão, inclusive, interna do Partido dos Trabalhadores para que a pasta seja trocada. A ‘crise na educação’ no município seria a principal motivação, segundo fontes da prefeitura, porém uma possível pressão política também estaria contribuindo para o agravamento da crise.


Segundo informações extra-oficiais a folha de pagamento da secretaria estaria girando em torno de R$ 8 milhões. Para o vereador Idenor Machado, esse e outros motivos como as demissões em massa, exoneração de funcionários e uma paralisação dos professores no último dia 26 de setembro, em decorrência às demissões, seriam os motivos para que o secretário seja sabatinado pelo plenário da Câmara.


Idenor também aponta a polêmica em torno do funcionamento dos CEINs durante as férias escolares, como uma das motivações. A possibilidade de que os Centros de Educação Infantil funcionem durante o recesso tem desagradado à categoria.


Para o presidente da Casa, o comparecimento de Betoni serviria para não se instalar uma ‘situação insustentável’ na administração municipal. Ele avalia, porém que não há motivação política no requerimento ao secretário.


O presidente da Casa foi secretário durante 12 anos, inclusive na gestão ‘tapa buraco’ do juiz Eduardo Rocha, após a prisão do ex-prefeito Ari Artuzi.


‘Fogo amigo petista’


Segundo informações, por pressões de forças internas do PT, Murilo Zauith estaria sendo pressionado para afastar Betoni. Ligado ao deputado estadual Laerte Tetila e ao ex-deputado federal João Grandão, Walteir Betoni estaria sendo alvejado por ‘fogo amigo’.


No município outras duas forças petistas poderiam estar ‘mexendo os pauzinhos’ para a mudança na pasta. Porém as mesmas desmentem a informação. O vereador Dirceu Longhi afirma, que em reunião interna do partido, que decidiu o ‘futuro’ de Betoni na secretaria, sua força teria dado total apoio ao secretário.


O vereador afirma ainda que a responsabilidade da pasta é do PT como um todo, e que erros e acertos teriam de ser depositados para o partido, porém em particular de quem ‘indicou’ Betoni. “Não queremos avaliar individualmente. Mas o prefeito poderia avaliar os espaços entre os partidos aliados, afinal Murilo precisa chegar bem em 2012 para a disputa”, disse Dirceu.


Já o vereador Elias Ishy se coloca como oposição a atual administração. Segundo informações, o vereador não teria interesse ‘algum’ no afastamento do secretário. “Para nós o importante é que os trabalhadores e os estudantes estejam de acordo com o que se espera em um município do porte de Dourados. Para nós o principal é a qualidade da educação”, disse figura ligada ao gabinete de Ishy.

Jornal Midiamax