Política

“Não tenho preocupação com isso”, diz Puccinelli sobre acusações do STJ

Questionado sobre acusações do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o governador André Puccinelli se mostrou estar desprendido com os processos. “Não tenho preocupação com isso, por que é a repetição da repetição…”, declarou Puccinelli, durante assinatura de convênios na área da saúde, na manhã desta quarta-feira (21), no gabinete da governadoria. O governador se mostra […]

Arquivo Publicado em 21/12/2011, às 17h26

None
Questionado sobre acusações do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o governador André Puccinelli se mostrou estar desprendido com os processos. “Não tenho preocupação com isso, por que é a repetição da repetição…”, declarou Puccinelli, durante assinatura de convênios na área da saúde, na manhã desta quarta-feira (21), no gabinete da governadoria.
O governador se mostra convicto da sua propensão e para se defender aguarda que os deputados estaduais autorizem a investigação.  “Só estou esperando que as investigações, as quais eu liberei, e vou liberar por escrito agora. Vão me dar atestado de idoneidade novamente”.
De acordo com o pedido do Ministério Público Federal, a decisão da ministra Nancy Andrighi, relatora do STJ, solicita a autorização em função de exigência da Constituição Estadual, que em seu artigo 63 requer que os deputados se manifestem, favoravelmente ou não, à continuidade de processos contra o eventual governador do estado.
Processos
As ações penais 664 e 665 contra o governando, se referem às permutas feitas com empreiteiras, em dois casos semelhantes: o da chamada “Área do Papa” e a concessão da exploração dos serviços de água e esgoto em Campo Grande para o Consórcio Guariroba, também em troca de serviços e obras.
Jornal Midiamax