Política

Justiça nega recurso e presidente da Câmara assume prefeitura de Campinas

O juiz Mauro Fukumoto, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, negou o recurso protocolado ontem (20) pela defesa do prefeito Demétrio Vilagra (PT), que pedia a anulação da decisão que o afastou do cargo. Os vereadores decidiram pelo afastamento temporário, na última quarta-feira (19). Vilagra ficará fora do cargo por 90 dias até […]

Arquivo Publicado em 21/10/2011, às 15h32

None
O juiz Mauro Fukumoto, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, negou o recurso protocolado ontem (20) pela defesa do prefeito Demétrio Vilagra (PT), que pedia a anulação da decisão que o afastou do cargo. Os vereadores decidiram pelo afastamento temporário, na última quarta-feira (19).
Vilagra ficará fora do cargo por 90 dias até o fim das investigações da Comissão Processante (CP) que apura denúncias de irregularidades cometidas por ele em contratos da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento de Campinas (Sanasa).
Na manhã de hoje (21), o presidente da Câmara, Pedro Serafim (PDT), assumiu a prefeitura, após a publicação do afastamento de Vilagra no Diário Oficial do município.
Vilagra assumiu o cargo em agosto, no lugar de Hélio de Oliveira Santos (PDT), que também foi afastado por suspeita de envolvimento em esquemas de corrupção. No curto período que permaneceu na função, esta é a segunda vez em que é afastado. No primeiro afastamento ele recorreu à Justiça e conseguiu se manter na prefeitura. No entanto, esta semana, uma nova decisão judicial, permitiu que a CP fosse instalada para apuração
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, os advogados de Vilagra irão entrar ainda hoje com novo recurso no Tribunal de Justiça Estadual de São Paulo.
Jornal Midiamax