Política

Vereadores de Dourados vão “consumir” R$ 13 milhões do orçamento da Prefeitura em 2011

Os doze vereadores de Dourados vão custar aos douradenses R$ 13.048.823,00 em 2011. Este valor é o que está previsto no projeto de lei 109/2010 que está tramitando na Câmara e representa pouco menos de R$ 400 mil do orçamento vigente neste ano. Se o projeto foi aprovado cada vereador de Dourados vai custar ao […]

Arquivo Publicado em 26/10/2010, às 13h45

None

Os doze vereadores de Dourados vão custar aos douradenses R$ 13.048.823,00 em 2011. Este valor é o que está previsto no projeto de lei 109/2010 que está tramitando na Câmara e representa pouco menos de R$ 400 mil do orçamento vigente neste ano.

Se o projeto foi aprovado cada vereador de Dourados vai custar ao em torno de R$ 1,1 milhão ao contribuinte durante o próximo ano. Em 2010 o orçamento da Prefeitura previu um repasse de R$ 13.436.982,50 para a Câmara de Vereadores como forma de duodécimo. Desta forma cada vereador vai custa quase R$ 100 mil mensais.

Em 2009 o então presidente da Câmara Sidlei Alves (DEM) que está preso na Penitenciária Harry Amorim Costa por suposto envolvimento em crimes de corrupção apontados pela Operação Uragano, devolveu para ao prefeito Ari Artuzi R$ 3 milhões.

Na época a Prefeitura utilizou o dinheiro na realização de obras nas bases eleitorais dos vereadores como “forma de compensação política”.

O atual presidente da Câmara, vereador Dirceu Longhi (PT) afirmou que este ano o Poder Legislativo deverá devolver à Prefeitura algo em torno de R$ 1 milhão que não foram utilizados. Segundo ele este número surgiu depois de um levantamento preliminar, mas que poderia ser bem maior.

Apenas os vereadores Dirceu Longhi e Gino Ferreira (DEM) são titulares os demais estão no cargo na condição de suplentes por um prazo de noventa dias por determinação judicial.

Os dez vereadores titulares estão afastados do cargo até o início de janeiro por causa do envolvimento na Operação Uragano.

Jornal Midiamax