Governador mantém silêncio sobre prévias do PMDB

O governador André Puccinelli (PMDB) não deu qualquer resposta aos insistentes questionamentos sobre as prévias do PMDB realizadas ontem. A consulta interna deu vitória ao deputado federal Waldemir Moka sobre seu adversário Valter Pereira com diferença expressiva. André que deixou há pouco o Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo onde assinou a liberação de […]
| 08/03/2010
- 18:43
Governador mantém silêncio sobre prévias do PMDB

O governador André Puccinelli (PMDB) não deu qualquer resposta aos insistentes questionamentos sobre as prévias do PMDB realizadas ontem. A consulta interna deu vitória ao deputado federal Waldemir Moka sobre seu adversário Valter Pereira com diferença expressiva.

André que deixou há pouco o Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo onde assinou a liberação de recursos para as prefeituras desconversou em todas as perguntas. Preferiu falar sobre o evento, até sobre as fases da Lua, mas nada sobre as prévias.

Ontem, ele compareceu às prévias, realizadas na Escola Joaquim Murtinho, centro de Campo Grande, por volta das 13 horas, mas antes se certificou de que não havia imprensa no local.

A votação de ontem foi marcada por denúncias do senador Valter Pereira e de princípio de tumulto entre os cabos eleitorais de ambos os candidatos. Valter acusou filiados ligados a Moka de compra de voto e ainda se queixou de suposta pressão a militantes para votarem no adversário.

Questionado sobre as denúncias, a resposta de André foi a mesma das anteriores: o silêncio.

Moka venceu as previas com 69,03% dos votos e conquistou o direito de representar o partido na disputa ao Senado. Já seu adversário o senador recebeu 29,9%. Dos 40 mil filiados do partido em todo o Estado, apenas 15.213 compareceram nos locais de votação. Deste total de votos o Moka recebeu 10.501, enquanto que Valter 4.548 votos.

Veja também

Os investimentos serão feitos em obras de mobilidade urbana, pavimentação, recapeamento e outros

Últimas notícias