Política

Dilma: Justiça Eleitoral usa dois pesos e duas medidas

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou neste sábado (17) que a Justiça Eleitoral usa dois pesos e duas medidas ao analisar as ações de sua campanha eleitoral e a do candidato de oposição José Serra, do PSDB. – Acho que não se pode na vida ter dois pesos e duas medidas. Hoje, […]

Arquivo Publicado em 17/07/2010, às 17h27

None

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou neste sábado (17) que a Justiça Eleitoral usa dois pesos e duas medidas ao analisar as ações de sua campanha eleitoral e a do candidato de oposição José Serra, do PSDB.


– Acho que não se pode na vida ter dois pesos e duas medidas.


Hoje, Dilma visita a cidade de Jales, no interior de São Paulo. A petista foi questionada sobre a possibilidade de a vice-procuradora-geral eleitoral Sandra Cureau entrar com ação contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ter citado o nome da candidata petista durante a cerimônia de lançamento do trem-bala.


Antes de observar que não costuma polemizar em torno de questões judiciais, insinuou que há tratamento diferente porque, segundo ela, o governador Alberto Goldman também tem citado o nome de José Serra nos atos oficiais do governo paulista.


– Eu não vou entrar nessa polêmica com a [vice] procuradora. É prudente prestarmos atenção.


Entretanto, Dilma afirmou que não vê como campanha o fato de o presidente ter mencionado seu nome naquela cerimônia.





A petista chegou com duas horas de atraso a encontro político agendado para as 10h, em Jales. O evento ainda está em andamento e são aguardados discursos da própria Dilma Roussef, do candidato a vice-presidente Michel Temer e do candidato a governador Aloísio Mercadante.

Jornal Midiamax