Política

Acusados de matar vereador serão ouvidos somente em fevereiro

Ireneu Maciel, Aparecido Souza Fernandes e Valdemir Vansan acusados de matarem o vereador de Alcinópolis, Carlos Carneiro não prestaram depoimento nesta tarde (14) no fórum do Tribunal de Justiça na Capital. Eles serão ouvidos pelo juiz Aluízio Pereira no dia 8/2 as 13h na 2º Vara do Tribunal do Júri. Antes deles, ainda serão ouvidas […]

Arquivo Publicado em 14/12/2010, às 20h28

None

Ireneu Maciel, Aparecido Souza Fernandes e Valdemir Vansan acusados de matarem o vereador de Alcinópolis, Carlos Carneiro não prestaram depoimento nesta tarde (14) no fórum do Tribunal de Justiça na Capital.

Eles serão ouvidos pelo juiz Aluízio Pereira no dia 8/2 as 13h na 2º Vara do Tribunal do Júri. Antes deles, ainda serão ouvidas as testemunhas de defesa dos acusados, num total de nove pessoas. Sete darão testemunhos presenciais e dois que serão ouvidos por carta precatória, por estarem em Ponta Porã. Eles são testemunhas de defesa de Ireneu, acusado de disparar os tiros.

Somente após ouvir as testemunhas de defesa e os acusados, é que o juiz vai decidir se eles vão ao Tribunal do Júri.

O juiz Aluízio Pereira conversou com o promotor Douglas dos Santos e o advogado assistente de acusação Ricardo Trad sobre não deixar que “rixas políticas” pudessem interferir nos depoimentos.

Diante disso, a acusação dispensou por enquanto o depoimento do prefeito Manuel da Silva, por questões de direcionamento. Durante as oitivas, as testemunhas também foram orientadas a não entrarem no mérito da questão.

Jornal Midiamax