Política

Denúncias de Puccinelli contra Zeca esquentam meio político

Prefeito rompeu trégua e acusou o governador de comprar políticos

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Prefeito rompeu trégua e acusou o governador de comprar políticos

As denúncias feitas pelo PSDB e PMDB durante o fim de semana contra a administração de José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, estão esquentando os ânimos, nesta manhã, na Câmara Municipal de Campo Grande. Pronunciamentos dos vereadores na sessão que começou atrasada estão, até agora, defendendo o governador Zeca do PT. Já falaram Alex do PT e Youssif Domingos. Neste momento faz uso da palavra o cabo Almi. A bancada do prefeito André Puccinelli está inscrita para falar também.

Nas denúncias feitas durante reunião de cúpula do PSDB e PMDB, que reuniu mais de três mil pessoas na Capital, entre elas os presidentes nacionais dos dois partidos, estão o desvio de R$ 4 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o gasto de R$ 1 milhão com o carnaval da escola de samba Salgueiro, a compra de políticos no valor de R$ 60 mil e falta de transparência com municípios. O PMDB promete fazer mais denúncias no programa do partido, que será transmitido hoje em rádio e TV.

Jornal Midiamax