Foram identificadas como Jessica Paula da Silva, de 34 anos, Raimundo Gonçalves de Souza, Rodrigo Gonçalves de Souza e a criança Ellie Gonçalves, as quatro vítimas do grave acidente entre um carro Kwid e um ônibus boliviano. A suspeita é de que a motorista do carro tenha dormido ao volante, trafegando assim em zigue-zague.

Conforme a polícia, Jéssica, que é policial civil de Rondônia, era quem conduzia o veículo, na frente estava Raimundo, já atrás seguiam Rodrigo e a criança, Ellie. Segundo a PMR (Polícia Militar Rodoviária), os outros ocupantes são o marido de Jéssica, sogro e filha.

À polícia, o motorista do ônibus, de 23 anos, que ficou em choque após o acidente, contou que o carro seguia em zigue-zague na rodovia dirigindo na contramão. Para evitar a batida, o rapaz jogou o ônibus para a pista da esquerda, momento em que o Kwid voltou para sua pista e ocorreu a colisão.

O acidente aconteceu por volta das 2h, porém até as 7h o trânsito no local ainda estava bloqueado. 

O ônibus, que estava lotado, seguia para São Paulo. Foram necessários outros dois ônibus para fazer a retirada dos passageiros.

A Polícia Civil de Santa Rita do Pardo foi acionada, assim como a Perícia de Bataguassu.