13 condutores foram flagradas bêbados e 410 se recusaram a fazer o teste de bafômetro em fiscalizações feitas pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) em rodovias estaduais a destinos turísticos como Bonito, Bodoquena e Aquidauana, e em ações feitas em Campo Grande e Dourados, nos quatro dias de Carnaval.

Ao todo, foram realizados 4.519 testes de alcoolemia, 13 pessoas, 0,29%, condutores foram flagrados bêbados ao volante e 410, ou seja, 9,07%, se recusaram a fazer o teste, o que não livra o motorista da infração administrativa (multa de R$ 2.934,70, além de suspender a CNH por um ano, caso haja reincidência, o motorista tem sua habilitação cassada).

A única morte em rodovias estaduais aconteceu na MS-080, quando um veículo seguia de Campo Grande para Rochedo e no km-9 colidiu com uma vaca que estava na pista. Segundo o chefe da Fiscalização e Patrulhamento Viário do Detran-MS, Ruben Ajala, o que aconteceu com esse motorista foi falta de atenção e o objetivo da Operação Carnaval 2024 foi alcançado, que é de salvar vidas.

“A fatalidade que aconteceu com esse motorista também nos preocupa, pois foi devido à presença de um animal solto na rodovia. Mas o objetivo da operação foi alcançado, nada mais gratificante do que chegar ao final e nenhuma pessoa perdeu a vida por conta de embriaguez nas vias urbanas e nas rodovias estaduais. Cumprimos nosso dever com sucesso e não vamos parar. Nossas operações vão acontecer o ano inteiro, tanto nas cidades com a Lei Seca quanto nas fiscalizações rodoviárias com o objetivo sempre de preservar vidas.”