Polícia vai analisar imagens para saber se motociclista 'furou' sinal vermelho em acidente

Colisão com caminhão resultou na morte da mãe do condutor da moto
| 16/02/2022
- 21:29
Vítima não resistiu aos ferimentos
Vítima morreu no local - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

A Polícia Civil deve analisar imagens do acidente que vitimou a auxiliar de saúde bucal Carmelina de Souza Barreto, de 57 anos, na tarde desta quarta-feira (16). Ela estava na garupa da moto pilotada pelo filho, de 31 anos, quando ocorreu a colisão contra um caminhão no Zé Pereira.

Após a morte da vítima, equipes da Polícia Civil e Perícia foram até o local, no cruzamento da Rua Sagarana com a Avenida José Barboza Rodrigues. Conforme o registro policial, ocorreu a colisão entre a frente da moto Honda PCX com a lateral esquerda do caminhão, no tanque de combustível.

O caminhão seguia pela avenida e a moto ocupada pelas vítimas estava na Sagarana. Ainda segundo a polícia, em um primeiro momento verificou-se que a moto avançou o sinal vermelho e provocou a colisão. No entanto isso será confirmado após a análise das imagens do caminhão.

O motorista do caminhão foi submetido ao teste de bafômetro, que teve resultado negativo. Carmelina era servidora da (Secretaria Municipal de Saúde) há mais de 20 anos e estava lotada na USF (Unidade de Saúde da Família) Ana Maria do Couto. A Sesau publicou nas redes sociais nota de pesar.

Estado de saúde do filho

O homem de 31 anos foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, onde passa por exames. O estado de saúde é considerado gravíssimo, sendo que a vítima sofreu traumatismo cranioencefálico grave e fratura exposta de perna direita e mão direita.

Veja também

Testemunha disse que uma das vítimas perdeu a respiração e pulsação após ser atropelada

Últimas notícias