Motorista foge após atropelar e matar mulher de 49 anos em estrada de MS

Vítima teve uma perna arrancada no acidente
| 01/05/2022
- 14:22
Motorista foge após atropelar e matar mulher de 49 anos em estrada de MS
Imagem ilustrativa (Foto: Nathalia Alcântara, Midiamax)

Márcia Rodrigues, de 49 anos, morreu na madrugada deste domingo (1º) vítima de atropelamento na MS-386, em Japorã, a 477 quilômetros de Campo Grande. O motorista que provocou o acidente na estrada fugiu do local.

Perícia e Polícia Civil foram acionadas ao local do acidente por volta das 4 horas. A mulher estava caída no meio da rodovia e teve uma perna arrancada com o impacto da batida do veículo. Segundo o registro policial, o corpo estava bastante destruído.

No local, pedaços e peças do veículo que estaria envolvido no atropelamento foram recolhidos, para possível reconhecimento da autoria. O motorista vai responder pelo homicídio culposo e ainda pode responder pela omissão e por fugir do local.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima é indígena e seria na aldeia Porto Lindo, que fica nas proximidades.

Atropelamento em estrada

Na última quarta-feira (27), a indígena Lourença Vera, 53 anos, da aldeia Limão Verde, em Amambai, a 361 quilômetros de Campo Grande, morreu após ser atropelada por um caminhão.

O acidente aconteceu por volta das 14h30, na rodovia MS-156. A vítima foi atingida por um caminhão Ford/700, de cor verde, que era conduzido por um motorista de 59 anos. Os indígenas moradores da aldeia, ficaram revoltados com a de Vera.

A Polícia Militar foi acionada e no local foram hostilizados e intimidados por conta da situação, na qual o motorista havia fugido do local. Com ajuda da sobrinha da vítima, os policiais foram até uma fazenda na região e encontraram o veículo envolvido no acidente.

O motorista foi identificado e relatou que “ouviu um barulho”, mas que não percebeu que havia atropelado a mulher — pensou que teria passado em cima de um galho de árvore ou uma pedra. Ele contou que não parou porque ficou nervoso.

Corpo de Bombeiros foi até o local, mas a vítima já estava sem vida. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor, na Delegacia de Polícia Civil de Amambai.

Veja também

Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

Últimas notícias