Caminhoneiro que atropelou e matou casal que estava em moto na BR-376 é preso no hospital

Ele tem convulsões e tentou ocultar a informação dos policiais
| 07/07/2022
- 17:06
Caminhoneiro que atropelou e matou casal que estava em moto na BR-376 é preso no hospital
Caminhão tombou após o atropelamento - Foto: Ivi Notícias

Foi em flagrante o caminhoneiro de 35 anos, que teria provocado o acidente que acabou com a morte de Rodrigo Silvestre de Almeida, de 26 anos, e Débora laide Batista Honório, de 23 anos, na noite de quarta-feira (6). O faleceu na região de Ivinhema, a 291 quilômetros de Campo Grande.

O caminhoneiro seguia pela rodovia, segundo a polícia em alta velocidade. Em determinado momento, começou a atingir vários veículos e acabou atingindo a motocicleta ocupada pelo casal, que morreu na hora. O caminhão carregado com soja só parou após tombar na pista, espalhando a carga.

Conforme o site Ivi Notícias, o caminhoneiro não estaria sob efeito de drogas e o teste de bafômetro teve resultado negativo. No entanto, enquanto era atendido no hospital, teve convulsão, o que levantou suspeita dos policiais civis. Ele acabou negando que tivesse histórico de convulsões.

Apesar disso, foi constatado no sistema que ele já teve convulsão semelhante em 2017 e em 2020, sendo internado em hospitais por isso. Foi identificado que ele tem epilepsia ou mesmo outro causador de convulsões frequentes, mas omitiu o fato dos policiais. Assim, o caminhoneiro teria assumido risco de provocar o acidente.

O homem foi preso em flagrante e também foi apurado que trafegava fora do horário permitido, pelo veículo que conduzia. Ele responderá por homicídio doloso.

Veja também

Acidente aconteceu em Vicentina na manhã desta quarta-feira

Últimas notícias