Polícia / Trânsito

Marido e filha presenciam mulher morrer atropelada em estrada de MS

Na noite de segunda-feira (11), mulher de 53 anos morreu vítima de atropelamento na Rodovia BR-158 em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. Ela morava em uma propriedade nas margens da estrada com o marido e a filha, que teriam presenciado o momento do acidente. Segundo informações do registro da ocorrência, o marido e […]

Renata Portela Publicado em 11/02/2020, às 08h02 - Atualizado às 11h28

Polícia Civil esteve no local. Imagem: Divulgação.
Polícia Civil esteve no local. Imagem: Divulgação. - Polícia Civil esteve no local. Imagem: Divulgação.

Na noite de segunda-feira (11), mulher de 53 anos morreu vítima de atropelamento na Rodovia BR-158 em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. Ela morava em uma propriedade nas margens da estrada com o marido e a filha, que teriam presenciado o momento do acidente.

Segundo informações do registro da ocorrência, o marido e a filha informaram à polícia que a vítima tinha depressão e que estava bastante agitada naquela noite. A mulher andava de um lado para outro da casa e chegou a sair do imóvel e ir até a porteira, já perto da rodovia, mas foi levada pelos familiares para dentro da residência novamente.

Momentos depois, pai e filha deram falta da mulher novamente, quando foram até a porteira e ouviram um barulho na estrada no momento em que uma carreta passava. Eles correram até a rodovia e encontraram a vítima caída, ainda com vida. Os familiares tentaram socorrer a mulher, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Uma testemunha chegou a afirmar que ela teria se colocado na frente da carreta. O motorista não parou após o atropelamento e Polícia Civil, Perícia e PRF (Polícia Rodoviária Federal) estiveram no local. O caso é tratado como morte a esclarecer e será investigado.

Jornal Midiamax