Polícia / Trânsito

Engavetamento de 5 veículos deixa adolescente ferido no Itanhangá Park

Um engavetamento envolvendo cinco veículos no cruzamento da Chaadi Scaff com a Joaquim Murtinho, no Itanhangá Park, deixou um adolescente de 13 anos e um motociclista ferido, na tarde desta quinta-feira (4). A colisão envolveu um Nissan Kicks, uma BMW, uma moto Yamaha Fazer, um Ford Ká e um Prisma. Segundo testemunhas que presenciaram o […]

Daiany Albuquerque Publicado em 04/07/2019, às 15h16 - Atualizado em 05/07/2019, às 09h26

Veículos colidiram em cruzamento do Itanhangá Park (Foto: Renan Nucci/Midiamax)
Veículos colidiram em cruzamento do Itanhangá Park (Foto: Renan Nucci/Midiamax) - Veículos colidiram em cruzamento do Itanhangá Park (Foto: Renan Nucci/Midiamax)

Um engavetamento envolvendo cinco veículos no cruzamento da Chaadi Scaff com a Joaquim Murtinho, no Itanhangá Park, deixou um adolescente de 13 anos e um motociclista ferido, na tarde desta quinta-feira (4).

A colisão envolveu um Nissan Kicks, uma BMW, uma moto Yamaha Fazer, um Ford Ká e um Prisma. Segundo testemunhas que presenciaram o acidente, como o sinal estava fechando e os motoristas reduziram a velocidade, porém, a condutora do Nissan acabou acelerando o veículo.

O carro bateu na traseira da BMW, que atingiu a motocicleta prensado o veículo contra Ford Ká que, por fim, bateu na traseira do Prisma. Todas os veículos tiveram danos significativos. Segundo as testemunhas, o acidente foi causado porque a motorista se confundiu e acelerou, ao invés de frear. O carro era automático.

Conforme o 2º tenente do Corpo de Bombeiros, Evaldo Nunes, no momento do engavetamento um menino de 13 anos, que é filho da motorista do Kicks, e estava sem sinto no banco traseiro, foi lançado e bateu o rosto no banco da frente.

Ele foi socorrido com suspeita de fratura no nariz. A mãe dele, apesar de não ter ferimentos, ficou muito abalada, em estado de choque, e precisou ser levada pelo Bombeiros para receber atendimento. Já o motociclista teve uma contusão no pé esquerdo e foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel à Urgência).

Com o atendimento aos feridos, duas das três faixas da pista foram interditadas. O trânsito no local ficou lento. Os ocupantes dos outros veículos não ficaram feridos

Moradores pedem lombada

Moradora do Condomínio Copa Morena, Ana Fátima Marques, de 64 anos, reclama que a via é muito movimentada e pediu que fosse instalada no local uma lombada eletrônica. Segundo a assistente social aposentada, o movimento atrapalha até quem deseja sair de casa.

“Temos um parque na frente de casa e não podemos visita-lo”, reclama a moradora. Ainda segundo Fátima, a maior dificuldade é enfrentada por idosos e crianças e também por moradores que pretendem sair de carro do Condomínio, já que o portão fica de frente para a via.

Jornal Midiamax