Polícia / Trânsito

Bombeiro que morreu em acidente na MS-162 é velado em Anastácio

O soldado do Corpo de Bombeiros, Jocimar Carlos de Oliveira, que morreu nesta segunda-feira (16), está sendo velado desde às 14h desta terça-feira (17) na Pax Central de Anastácio, a 134 quilômetros de Campo Grande. Jocimar foi a vítima fatal de um acidente de trânsito entre a viatura que ocupava e um caminhão, na MS-162, […]

Dayene Paz Publicado em 17/12/2019, às 14h36 - Atualizado às 17h47

Militar não resistiu e morreu no local / Foto: Arquivo Pessoal, Facebook
Militar não resistiu e morreu no local / Foto: Arquivo Pessoal, Facebook - Militar não resistiu e morreu no local / Foto: Arquivo Pessoal, Facebook

O soldado do Corpo de Bombeiros, Jocimar Carlos de Oliveira, que morreu nesta segunda-feira (16), está sendo velado desde às 14h desta terça-feira (17) na Pax Central de Anastácio, a 134 quilômetros de Campo Grande. Jocimar foi a vítima fatal de um acidente de trânsito entre a viatura que ocupava e um caminhão, na MS-162, entre os município de Sidrolândia e Maracaju.

Jocimar residia em Anastácio, mas estava lotado em Sidrolândia. Ele estudou Ciências Contábeis na Anhanguera e Ciências Biológicas na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), campus de Aquidauana. O militar ingressou na corporação em 2014 e deixa dois filhos.

Informações preliminares apontam que a equipe de resgate saiu para fazer atendimento em um assentamento na zona rural de Sidrolândia e, no retorno, acabou havendo colisão com um caminhão. Chovia muito no local e a viatura estava parada às margens da via, aguardando para entrar à esquerda e acessar a entrada do assentamento.

Jocimar conduzia o veículo e é provável que não tenha visto a aproximação do caminhão. Quando ele tentou fazer a manobra, ocorreu a batida. O caminhão atingiu a viatura exatamente do lado do motorista. A vítima não resistiu e morreu antes mesmo que pudesse ser socorrida.

O colega dele, soldado Heverton Jean Rocha Pontes, 30 anos, ficou ferido, foi socorrido e encaminhado inicialmente para Sidrolândia, sendo posteriormente transferido para Campo Grande. O estado dele era estável, mas ele foi submetido a mais exames por precaução.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) e o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, lamentaram a morte do militar.O Corpo de Bombeiros Militar agradece imensamente os relevantes serviços prestados e destaca que o Soldado Jocimar será sempre lembrado pelo profissionalismo, honestidade, lealdade, inteligência, competência e alegria demonstrada no dia a dia da caserna. A Corporação consternada deixa os mais sinceros pêsames aos familiares e amigos”, diz a nota.

Jornal Midiamax