Polícia / Trânsito

Pedestre morre após cruzar rodovia e ser atropelado por picape e caminhão

Um homem de 40 anos morreu após ser atropelado, por volta das 20 horas, da sexta-feira (26), na BR-163, nas proximidades do posto Locatelli (Campo Grande, sentido Anhanduí). De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi identificada como Adélio Vilhalba. Ele cruzou a rodovia e foi atropelado por uma picape e por um […]

Wendy Tonhati Publicado em 27/10/2018, às 07h25 - Atualizado às 08h30

None

Um homem de 40 anos morreu após ser atropelado, por volta das 20 horas, da sexta-feira (26), na BR-163, nas proximidades do posto Locatelli (Campo Grande, sentido Anhanduí). De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi identificada como Adélio Vilhalba. Ele cruzou a rodovia e foi atropelado por uma picape e por um caminhão.

Conforme o registro policial, o motorista da picape contou que se deslocava no sentido Anhanduí, quando percebeu que atingiu a vítima. O motorista disse que, no momento do acidente, não sabia se havia batido em uma pessoa ou em algum animal que cruzou a rodovia. Ele parou o carro e, ao perceber que era um pedestre, acionou o socorro imediatamente. Porém, a vítima não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo o motorista, após atingir o homem, ele viu um caminhão de pequeno porte passar por cima da vítima.

A Polícia Civil, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a perícia técnica e a CCR MSVia – concessionária responsável pela rodovia – foram acionadas para comparecerem ao local. A PRF aplicou o teste de alcoolemia no motorista da picape e o resultado foi negativo. Considerando o local onde o corpo foi parar com o impacto, a perícia técnica estimou a velocidade da picape em 70 km/h no momento do acidente.

O caso foi registrado como homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Jornal Midiamax