Polícia / Trânsito

Irmão de jovem que perdeu a perna em acidente quase é atropelado por bêbado

Motorista embriagado e sem CNH por pouco não atingiu o rapaz

Renata Portela Publicado em 11/08/2015, às 11h58

None
astra.jpg

Motorista embriagado e sem CNH por pouco não atingiu o rapaz

José Guilherme Afonso da Silva, de 24 anos, quase sofreu atropelamento na manhã desta terça-feira (11), na Vila Duque de Caxias, região oeste da Capital. O motorista Elias Fernandes de Souza, de 30 anos, que estava embriagado, invadiu o posto de combustíveis em que José trabalha, na Rua dos Andradas.

Por volta das 6h30, José Guilherme tirava as grades de proteção do posto quando Elias, que seguia na Rua dos Andradas com o Astra, preto, placas HSP-0140, de Campo Grande (MS), tentou fazer a conversão na Rua Afrânio Peixoto, esquina em que o posto fica localizado. O motorista perdeu o controle da direção e invadiu o posto de combustíveis, atingindo um poste.

O frentista afirmou que por pouco não foi atingido. “Foi tudo muito rápido. Só deu tempo de eu correr, se o carro não tivesse acertado o poste, tinha me atropelado”, disse José Guilherme. O rapaz é irmão de Joseane Aparecida da Silva, de 31 anos, que foi vítima de atropelamento no sábado (8), ocasião em que um motorista bêbado atingiu a mulher, que precisou ter a perna amputada por causa da gravidade dos ferimentos. 

De acordo com a equipe do BPTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito), o motorista do Astra, que trabalha como corretor, não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Além disso, há informação de que ele foi submetido ao teste de bafômetro, constatando embriaguez. Ele foi levado para a 7ª Delegacia de Polícia Civil e já tem passagens pela polícia.

Com o motorista, estava Felipe Nazaré Bispo da Cruz, de 31 anos. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa com ferimentos leves. Um primo de Elias ficou como responsável e retirou o veículo do posto de combustíveis.

O frentista não sofreu ferimentos e não precisou de atendimento médico. Ele ainda contou para a equipe de reportagem do Jornal Midiamax que a irmã passa bem e está em recuperação na Santa Casa. 

*Matéria alterada às 11h46 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax