Polícia / Trânsito

Saúde de motorista é foco de campanha para evitar acidentes em rodovias

Reforçar a necessidade da manutenção da saúde dos motoristas que viajam diariamente pelas rodovias, a fim de evitar acidentes de trânsito é o foco principal do programa Comandos de Saúde nas Rodovias, que realiza mais um ação nesta quarta-feira (16), às 7h da manhã, com o tema “Educação Nutricional – Alimentação Saudável e Obesidade”. Em […]

Arquivo Publicado em 15/04/2014, às 17h02

None
1130224049.jpg

Reforçar a necessidade da manutenção da saúde dos motoristas que viajam diariamente pelas rodovias, a fim de evitar acidentes de trânsito é o foco principal do programa Comandos de Saúde nas Rodovias, que realiza mais um ação nesta quarta-feira (16), às 7h da manhã, com o tema “Educação Nutricional – Alimentação Saudável e Obesidade”.

Em MS, o trabalho será realizado na BR-267 – Km 240, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na ação, os profissionais são abordados nas rodovias pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal e convidados a participar. Depois de passarem por uma entrevista, os motoristas passam por exames rápidos, como aferimento de pressão, verificação de peso, altura, massa corpórea, circunferência cervical e abdominal, acuidade visual e auditiva, frequência cardíaca, glicemia, triglicerídeos e colesterol.

A realização dos exames é sempre acompanhada por um médico que, quando necessário, encaminha o motorista para atendimento e tratamento em uma das unidades do Sest Senat, que é parceiro do evento.

Coordenador do Sest Senat Campo Grande, José Luiz Rachid , avalia que a ação tem como foco oferecer melhores condições ao trabalhador do setor de transporte rodoviário. “Motoristas com boa saúde dirigem melhor e mantêm a segurança nas nossas rodovias”, afirma.

Estatísticas

Em 2013, 40,49% dos motoristas avaliados estavam acima do peso, e 32,53% apresentaram características de obesidade, com circunferência abdominal elevada. Além disso, 28,09% apresentaram alto nível de triglicerídeos, o que representa uma alimentação irregular e rica em carboidratos e gordura. “Por isso escolhemos a orientação nutricional como o tema desta ação realizada em abril. A obesidade é um grande mal que deve ser combatido”, afirma o coordenador.

Outro dado preocupante é o grande número de motoristas identificados com pressão alta (31,85%). A hipertensão é uma doença crônica, sem cura, que pode trazer sérios riscos aos motoristas, principalmente durante a condução dos veículos. Mas quando diagnosticada e tratada, apresenta resultados bastante eficazes.

A meta em MS é atender 115 motoristas com esta ação. Em 2013, 12.234 profissionais foram atendidos nas quatro edições do evento. Desde o lançamento do projeto, em 2006, mais de 79 mil motoristas participaram da ação.



Jornal Midiamax