Polícia / Trânsito

Mulher de motociclista que morreu em acidente na Via Parque permanece na Santa Casa

Marli Bueno dos Santos, de 48 anos, mulher do motociclista Antônio Francisco da Silva, de 59 anos, que morreu em um acidente no domingo (14), permanece internada na Santa Casa de Campo Grande. Ela estava na garupa da motocicleta, que foi atingida por um carro de passeio. De acordo com a assessoria de imprensa do […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 17h45

None

Marli Bueno dos Santos, de 48 anos, mulher do motociclista Antônio Francisco da Silva, de 59 anos, que morreu em um acidente no domingo (14), permanece internada na Santa Casa de Campo Grande. Ela estava na garupa da motocicleta, que foi atingida por um carro de passeio.


De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Marli está internada na enfermaria do hospital e teve uma fratura na perna.


Acidente


Antônio Francisco seguia em uma motocicleta Yamaha YBR pela Via Parque, quando o condutor de um veículo Peugeot 208, Alisson Bruno da Silva de 24 anos, seguia pela Rua Naviraí. De acordo com testemunhas, o condutor do carro não teria respeitado a sinalização e bateu na motocicleta. Em seguida, ele tentou fugir.


Duas mulheres em outra motocicleta que passavam pelo local, viram o acidente e a tentativa de fuga, tentaram conter o motorista. O Corpo de Bombeiros  e o BPTran (Batalhão de Policiamento de Trânsito) foram acionados.


O motorista tinha sinais de embriaguez, não quis fazer o teste de etilômetro e foi preso. Posteriormente, ele pagou fiança e foi liberado pela polícia.

Jornal Midiamax