Polícia / Trânsito

Mãe de rapaz morto em acidente de moto diz acreditar que a “Justiça Divina” foi feita

A costureira Silvana Aparecida de Jesus, de 39 anos de idade, mãe de Luan Cristian, que morreu no acidente no qual sua moto foi colhida pelo Vectra conduzido por Roney Menezes,  diz acreditar que já foi feita a “Justiça Divina”, pois Roney encontra-se em estado vegetativo na Santa Casa de Campo Grande depois de também […]

Arquivo Publicado em 24/01/2014, às 15h10

None
631517939.jpg

A costureira Silvana Aparecida de Jesus, de 39 anos de idade, mãe de Luan Cristian, que morreu no acidente no qual sua moto foi colhida pelo Vectra conduzido por Roney Menezes,  diz acreditar que já foi feita a “Justiça Divina”, pois Roney encontra-se em estado vegetativo na Santa Casa de Campo Grande depois de também ser vítima em outro acidente.

“Acredito que ele não terá condições de pagar na Justiça dos homens, mas a Justiça Divina já está sendo feita”, afirmou.

Para Silvana, o que está acontecendo com o rapaz que atropelou o matou seu filho é um verdadeiro castigo. “Se a mãe dele ou os parentes o tivessem entregado logo depois do acidente que matou meu filho, ele não estaria solto para sofrer o acidente que o deixou no estado em que está”, disse.

Bastante emocionada com as lembranças, a costureira disse que tem um filho especial e que Luan a ajudava nos cuidados. “Todos nós estamos sentindo muito a falta do Luan, principalmente o irmão dele. O curioso é que dias antes da sua morte o Luan dizia que os acidentes eram provocados por imprudência e que tomava muito cuidado.No entanto não adiantou muito pois mesmo ele se cuidando,foi vítima da imprudência do outro”, desabafou.

Jornal Midiamax